segunda-feira, 30 de maio de 2011

A saída de Marquinhos Santos

Com a confirmação da saída do Marquinhos Santos para o Grêmio, quero fazer algumas considerações:


O lado profissional do atleta

Marquinhos é um atleta profissional e assim como todos nós, busca sempre o melhor para sua carreira. O fato de sair do seu time de coração não o torna mercenário ou mentiroso. A torcida por um clube é uma paixão e não rende nada, mas a carreira profissional tem que ser vista com a razão, pois é o sustento de sua família. Imagine você recebendo uma proposta de emprego muito melhor que a sua atual, mas que você tivesse que morar longe daqui. Você diria não só para ficar por aqui para assistir aos jogos do Avaí? Talvez você até não aceitasse a proposta por outros motivos, mas com certeza, não seria por causa do Avaí.


Ele deve ter pesado todos os lados e visto que só poderia ficar por aqui por uma proposta que compensasse. Aliás, ele disse isto na entrevista. Para mim, isto significa que ele não está buscando espaço ou um clube maior para aparecer no cenário nacional, mas indo atrás da melhor proposta financeira. Se o Avaí cobrisse a proposta gremista, ou pelo menos chegasse perto dela, acho que ele ficaria.


A atuação da diretoria

É claro que a diretoria não vai passar ilesa neste episódio, que será lembrado a cada derrota e será certamente definido como um dos principais motivos, caso o rebaixamento aconteça. Entretanto, apesar do valor do Marquinhos, existe uma coisa chamada equilíbrio financeiro. Ainda estamos engatinhando neste negócio de elite do futebol. Temos um dos menores orçamentos entre os 20 clubes que disputam a série A. Então não adianta fazer loucuras. É claro que às vezes é necessário correr alguns riscos, fazendo investimentos em jogadores importantes, mas o Marquinhos já era (eu acho) o jogador mais bem pago do plantel. Como seria possível aumentar ainda mais seu salário? Há muita gente que fala que é melhor pagar um jogador de 100 mil do que ter 10 de 10 mil. Isto nem sempre é verdade, porque o futebol é cada vez mais coletivo e a estrela só brilha quando tem outros jogadores de nível não muito diferente. E qual é a certeza que este jogador tão caro vai corresponder? E se ele se machucar? Por isso, não condeno a diretoria em não tentar segurá-lo. Além disso, uma diferença tão grande de salário entre um atleta e os demais poderia gerar ciúmes e não seria bom para o grupo.


Valorização do Marquinhos

Tem muita gente que fala que o Marquinhos não joga nada, principalmente os torcedores do Tombense. Como é que o Santos quis contratá-lo e agora o Grêmio mostrou interesse no futebol do galego? Isto só mostra que o cara tem futebol. As multa rescisórias dos craques do estreito devem ser muita altas, porque nunca escutei algum clube querendo contratar o craque do Madureira, o rei do INSS ou o Mão de Alface.


Chances do Marquinhos no Grêmio

É fato que em termos de futebol os gaúchos são arrogantes e sempre olham com desprezo para tudo que vem daqui. Para eles, esta origem significa que não presta. Por isso, a cobrança virá de forma cruel, principalmente por parte da imprensa de lá, tão ou mais bairrista que o pessoal do eixo Rio-SP. Entretanto, o galego tem mais futebol que o Douglas, cuja velocidade não é muito maior que a do galego. Não vai ser fácil para o homem de Biguaçú, mas acho que ele pode virar titular sim.


Reposição

O Marquinhos joga cadenciado, protege bem a bola, faz lançamentos precisos, é um meia clássico. Não existe jogador semelhante no futebol brasileiro. Então não dá para esperar um substituto para ele. Isto é o fim? Não. Outro jogador, com características diferentes pode encaixar bem no time e junto com os outros fazer o time jogar um futebol ainda mais eficiente. Um dos "defeitos" do Marquinhos é que ele quase não marca. É o jeito dele, mas é uma verdade. Pode ser que venha outro jogador, talvez não tão clássico, mas com bom toque de bola, rápido e que ajude um pouco mais na marcação. Por que não?


Nosso futuro

Alguns já determinaram que isto foi o começo de nossa descida rumo a série B. Acho um exagero. Já fizemos algumas boas partidas sem o Marquinhos. Seria melhor com ele? É claro, mas isto não quer dizer que sem ele estamos num mato sem cachorro. Agora eu quero ver o Estrada mostrar o que sabe. Só falta o Silas deixar ele mostrar, é claro. Além disso, o clube deverá trazer outros jogadores para reforçar o grupo.

Um comentário:

  1. Concordo...e esse pessoal q fez vaia pra ele na ressacada tinha que saber q o marquinhos fez o dobro q o rei do INSS do estreito e as vezes não damos tanto valor a ele como o pessoal de lah da pro fernandes e o mão de alface...

    ResponderExcluir

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados