segunda-feira, 27 de maio de 2013

Prós e Contras do empate e nossa arrogância

O time fez um bom início de jogo, marcando o gol logo no começo e parecia que teria uma noite tranquila. Mas, aos poucos, o time paulista foi tomando conta do jogo e nosso meio de campo foi sumindo. Passou a maior parte do jogo se livrando da bola. Nos raros momentos que tocava a bola, chegava até com algum perigo no ataque.

Levar o gol de empate no último lance, e ainda por cima do goleiro, transformou o ponto conquistado fora de casa, num sentimento de perda de 2 pontos. Nem vou discutir as alterações do Ricardinho, porque depois do jogo é fácil dizer o que se deveria fazer, e mesmo assim, não se tem garantia do sucesso.

Todo mundo reclamava que o M10 estava sozinho e precisava de alguém para ajudá-lo. A diretoria trouxe o CS88 e a magia só durante 20 minutos. Agora a torcida diz que a culpa é do Ricardinho. É claro que ele como treinador tem sua grande parcela de culpa, mas vamos ser honestos, a turma que corre atrás da bola também tem culpa no cartório, começando por M10 e CS88 que, se não se esconderam do jogo, deram uma sumidinha básica.

É certo que os 3 pontos poderiam ter vindo até de uma forma mais tranquila, mas reclamar de "só empatar com o Oeste fora de casa" me parece um pouco de arrogância por parte da torcida avaiana. Será que o time do Avaí é tão bom assim que empatar fora é perder ponto? Não duvido que o time paulista sofra várias derrotas em casa, mas também é possível que faça um papel razoável em casa. No campeonato paulista, por exemplo, seu desempenho em casa foi de 4 vitórias, 3 empates e 3 derrotas (São Bernado, Santos e Palmeiras).

A série B está no começo e queimar alguns jogadores por causa de uma partida é um pouco precipitado. Vou esperar pela terça-feira para daí sim, poder avaliar melhor o time avaiano.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Só faltam 38 partidas para o acesso

A correria está grande, mas enquanto a Beatriz está sossegada no colo da vó, vou escrever um pouco sobre o Avaí:

- Copa do Brasil

Acho que o time começou bem, mas se perdeu um pouco depois de levar o primeiro gol. Ainda assim, continuou levando mais perigo ao adversário do que o contrário. Mas quando levou o segundo gol, aí a casa desmoronou e nada mais deu certo. Avaliar o jogo pelos 20 minutos finais não é correto. O time não teve qualidade para reagir, mas o resultado foi um acaso. Infelizmente o Leão está fora, mas esta não era a competição principal do Avaí, que sejamos honestos, não tinha muito chance de chegar longe, principalmente pelos adversários seguintes. Bola pra frente, que ano que vem tem mais.

- M10 e C88

Quando naquela pelada de amigos você tem dois caras que sabe que jogam bem, se você puder não coloca os dois no teu time? Ou você acha que um pode atrapalhar o outro? Ninguém pode garantir o sucesso da dupla, mas é mais fácil ter esperança com os dois juntos do que com o Rodrigo Thiesen ajudando na armação da jogada (é só um exemplo, poderia ser o Marrone ou o Alê). Acho que vai este meio de campo, com M10, CS88  e EC pode marcar época e se tornar um dos melhores que já passaram pela Ressacada. Para isto eles vão ter que mostrar o que sabem jogar.

- Série B

Não conheço todos os times, mas pelo seu passado e estrutura e pelo desempenho nos estaduais, divido os clubes em três grupos, dos candidatos ao acesso,  passando pelo bloco intermediário e chegando na turma que vai lutar para ficar.

Quem tem chance de subir: América-MG, Atlético-GO, Avaí, Ceará, Figueirense, Palmeiras e Sport.

Quem vai ficar no meio da tabela: ABC, América-RN, Bragantino, Chapecoense, Joinville, Payssandu, Paraná.

Quem vai lutar para ficar: ASA, Boa, Guaratinguetá, Icasa, Oeste e São Caetano.

É claro que para um chute deste tamanho, a chance de erro é grande, podendo alguém do grupo de cima parar lá embaixo e alguém cravado para a C aparecer entre os primeiros. Sem contar a turma do meio que pode balançar para qualquer lado.

- Palpites para a primeira rodada

Oeste 1x3 Avaí
São Caetano 1x1 Ceará
Boa 2x2 Chapecoense
Payssandu 2x0 ASA
Figueirense 1x0 América-RN
Joinville 2x0 Bragantino
Icasa 1x1 Sport
Palmeiras 2x0 Atlético-GO
ABC 2x0 Paraná
Guaratinguetá 2x2 América-MG

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Avaianos pelo mundo

Vou copiar o Tarnowsky e mostrar um avaiano de grande valor, o Dinho, que está na Austrália, junto com sua esposa, Priscila, torcedora do Fluzão, e suas filhas Rayssa e Thais.

Logo estarão de volta à terrinha, e o Dinho vai poder novamente presenciar a volta do Leão para a série A.

Boa viagem de retorno.


quinta-feira, 16 de maio de 2013

A torcida do Avaí aumentou

O blog esteve em ritmo mais lento nos últimos meses por um motivo bem justo: dedicar meu tempo para cuidar dos preparativos para receber minha filha.

E para minha imensa felicidade, ela chegou, nossa Beatriz, com muita saúde, neste dia 13 de maio, dia de Nossa Senhora de Fátima.

O Avaí vai ganhar com certeza mais uma torcedora, pois sua primeira vestimenta, ainda dentro do centro cirúrgico, já foi azul e branco.

O tempo vai continuar escasso, agora para cuidar daquela que veio trazer alegria, mas eu vou dar um jeito de continuar comentando sobre o Leão da Ilha.


quarta-feira, 8 de maio de 2013

Fomos quem podíamos ser

Um dia me disseram
Que os atletas só davam chutão
Um dia me disseram
Que o galego às vezes erra a direção
E tudo ficou tão claro
Olhei pro banco e vi um cara magrão
Um jogador de brilho raro
Não acerta nem o travessão

A torcida isenta o craque
E malha o presidente outra vez
Disputando um campeonato
Que não paga a conta do mês

Fomos quem podíamos ser
Fomos quem podíamos ser

Um dia me disseram
Quem eram os donos da federação
Sem querer eles me deram
Motivos para mudar de estação
E tudo ficou tão claro
O que era raro ficou comum
Como um veneno depois de outro
Um comentário, um comentário comum

A torcida isenta o craque
E malha o presidente outra vez
Disputando um campeonato
Que não paga a conta do mês

Fomos quem podíamos ser
Fomos quem podíamos ser

Um dia me disseram
Que a torcida sempre tinha razão
Sem querer eles me deram
Ter liberdade de expressão

Quem está jogando tem culpa
Quem comanda o grupo também
A diretoria sempre tem culpa
Mas a nossa torcida também

Fomos quem podíamos ser
Fomos quem podíamos ser