terça-feira, 29 de novembro de 2011

Novo (?) plano de sócios

O Conselho Deliberativo aprovou um novo plano de mensalidades. O que falar dele?

A redução da mensalidade mostra que eles estão preocupados. Será que se o time tivesse se escapado do rebaixamento teriam feito isto? Tenho sérias dúvidas em relação a isso. Deram as costas para os sócios durante os últimos dois anos e agora acham que vão me convencer que estão preocupados comigo? Estão preocupados é com as cadeiras vazias que vão ficar na Ressacada no próximo ano. Sabem que fizeram muita besteira e agora mudaram o discurso.

O que a diretoria e os gênios que transitam por lá precisam entender é que a hora de tratar bem o sócio era justamente na época das vacas gordas, para que na época de vacas magras que estamos começando, ele permanecesse fiel ao clube que lhe tratou com respeito. Mas isso não aconteceu. Infelizmente, o pensamento da maioria destes caras (muitos deles que acho que não pagam um tostão para ver os jogos) é que na hora que o time está em alta, aproveitam para meter a faca, pois sabem que muitos se mantém associados com receio de sair e não ter mais vaga quando quiser voltar. Eles se aproveitam da maré boa para fazer gato e sapato com a gente. Agora, que sabem que vai sobrar vaga, estão com medo do torcedor dar o troco e dizer: agora quem não quer sou eu.

Não vou discutir os valores, pois cada um tem seus argumentos e alguns irão dizer que assim está bom, outros que ainda está caro e talvez até alguns possam dizer que nem precisava tanto (quase ninguém). A única coisa que não entendo é porque os valores do setor A não tiveram nenhuma redução. Se todos dizem que o preço dos ingressos em setores semelhantes do estádio não podem ser diferentes (é por isso que não dá para aumentar o preço dos visitantes sem aumentar o preço do outro lado), como que os preços das mensalidades do setor A podem ser diferentes dos setores C, D e E?

Qual a diferença entre os dois setores? Não me venham dizer do sol na cara, pois daí vou querer um bom desconto na minha cadeira que pega chuva quando bate o vento, enquanto quem está 5 degraus acima de mim está na boa, mas pagando o mesmo que eu. Também não vale dizer que o pessoal do setor A tem mais dinheiro que os demais porque o preço tem que estar relacionado pelo que se oferece e não por quem está pagando. No meu caso, R$ 95,00 por mês faz muita diferença e aqui em casa não tem plantação de dinheiro pra eu colher.

Será que nos setores C, D e E não tem banheiro? Será que não tem bar vendendo comida e bebida? Será que as cadeiras de lá são piores para sentar (aliás, acho que são até melhores, pois são mais novas)? Será que o setor A é mais caro porque as casamatas ficam deste lado e é mais fácil xingar o treinador? Será que o setor A é mais caro porque as cabines da imprensa ficam daquele lado e dá para xingar o MAL e apontar o dedo médio para ele?

Também não vou aceitar alguém dizer que se não quero pagar este dinheiro, que mude de setor. O que estou reclamando é justamente do tratamento diferenciado que estão dando para torcedores que ocupam lugares semelhantes no estádio.

Esta é mais uma mancada desta diretoria, entre muitas que já deu. Já estou de saco cheio de tudo isso.

É o Avaí me convencendo a cada dia para deixar de gastar meu suado dinheiro com ele.

domingo, 27 de novembro de 2011

Derrota feliz

Estava em outro compromisso e só consegui assistir aos últimos 15 minutos de jogo, quando ainda estava 0x0. Não fiquei nem um pouco triste com o gol que levamos, até porque, como já escrevi antes, estava pensando até em torcer para o Coritiba, pois era o resultado que podia dar chance ao time paranaense chegar a Libertadores e consequentemente, tirar a vaga do Tombense. Não vibrei com o gol, mas foi aquele sentimento: é, ..., acho que foi melhor assim.

Não estou preocupado com a lanterna, pois o fato de ser rebaixado é o pior que pode acontecer. A colocação é o de menos para mim. Os torcedores de Ceará, Cruzeiro ou Atlético-PR não vão ficar menos tristes se forem rebaixados na 17a colocação. O destino, que é a série B, é o mesmo. Como não vi o jogo, não posso comentar sobre ele, e mesmo que tivesse visto, acho que nem valeria a pena.

O que vale agora é pensar no clássico e daí sim uma vitória pode significar duas coisas importantes:

A primeira é a não classificação dos amarelões para as Américas. Acho que as últimas duas vagas ficarão com Flamengo e Coritiba. A segunda, se refere a melhor campanha de um time catarinense na série A. Se o Leão vencer o time das letras no próximo domingo, manterá o "título" que conquistou em 2009. Pode não significar muito, mas podem ter certeza que se eles não se classificarem, mas conseguirem pelo menos um empate, a turminha da imprensa vai logo estampar isto como uma grande conquista.

O ano que vem será cruel, mas o fim deste ano ainda pode nos proporcionar uma leve alegria. Mesmo que isto possa esconder uma verdade maior, que é o rebaixamento, vencer o time da Ana Paula e acabar com o sonho deles, seria bom demais.

domingo, 20 de novembro de 2011

A derrota do professor Edson Pardal

Aconteceu o que a gente já esperava. O Leão não foi páreo para o Vasco, que dominou completamente o jogo, principalmente depois da expulsão do corintiano Urso e das incríveis substituições do professor Edson Pardal Neguinho.

Tirar o Cléverson? Tudo bem que ele não é nenhum craque, mas era nossa única chance de ataque. Depois tirou o Lincoln. Bem, por pior que ele estivesse, não ia ser o Marcos Paulo que ia resolver o jogo.

Acho que nessa limpa do Avaí, tinha que aproveitar e mandar este interino embora também, porque se ele me faz umas substituições como essa, o que ele pode ajudar como auxiliar? Ovelha, abre o olho.

Quem sabe o jogo serviu para o Ovelha ver quem é que serve para ficar para o ano que vem. Vai ser uma missão difícil para ele.

Agora é jogar contra um Coritiba que ainda tem esperança de chegar na Libertadores. Acho que vou até torcer para os Coxas, para ver se eles tiram a vaga do Tombense. Mas tem que ser de pouco, tipo 2x0, como foi o jogo do Vasco, para eu não sofrer demais.

E daí, na última partida, esperar que os jogadores tomem vergonha na cara e joguem tudo aquilo que não jogaram durante o campeonato, e terminam o ano com uma vitória contra o time alvinegrorosado (ou será alviamarelado?).

E esse 2011 que não acaba.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Notas de final de campeonato

Estou num hospital, aguardando a cirurgia de minha esposa e para espantar um pouco da tristeza que estou vivendo, resolvi escrever um pouco. Aliás, tenho que confessar que o virtual rebaixamento do Avaí não me balançou muito, pois o futebol é realmente uma coisa sem importância quando comparado aos assuntos de nossa vida particular, principalmente quando se trata de saúde. Este também é um dos motivos que minha produção de textos está parecida com a do ataque do Leão, quase nula.

Porém, como o futebol serve justamente para a gente esquecer nossos problemas pessoais, vou escrever um pouco sobre o momento avaiano.

Jogo contra o Cruzeiro

O mais do mesmo. Nosso ataque não faz gol. A diferença é que desta vez, a defesa não levou. É o que o time do Cruzeiro também é horroso. Anselmo Ramon e Farias é dose.

Virtual rebaixamento

Se antes já era difícil de imaginar (mas até dava para acreditar) que o Avaí ia conseguir mais vitórias em 5 rodadas do que no resto do campeonato, agora só acreditando em Papai Noel. Não tem como tirar o incrível saldo de gol negativo que temos, ainda mais jogando contra Vasco e Coritiba. Agora é começar o planejamento para ver se 2012 seja melhor.

Últimos jogos

Espero que pelo menos os jogadores mostrem amor a camisa e evitem um vexame nestas partidas contra Vasco e Coritiba. Se eles querem um dia voltar a passear sossegadamente em Florianópolis (nem estou dizendo em jogar no Avaí), é bom eles se esforçarem e vencerem o Tombense na última rodada. Certamente não vão virar heróis, mas pelo menos irão melhorar a imagem deles perante a torcida, principalmente se esta vitória significar a não ida das bambis para as Américas.

Mauro Ovelha

Nem de longe era meu preferido. Não gosto de falar mal de técnico que nem começou a trabalhar, mas esta aposta do Avaí é perfil de time pequeno. Será que eles não tem dinheiro para contratar um Renê Simões? É claro que vou torcer por ele, mas espero que seu único sucesso não seja o título catarinenense. Nossa meta no próximo ano não pode ser outra senão voltar para a série A. E isto não é coisa de metido ou que pensa que é time grande. Isto tem que ser pensamento de torcedor avaiano (e de dirigente, técnico e jogador).

Nova estrutura

Não conheço ninguém e não posso falar mal deles. Só posso dizer que a diretoria errou tudo que podia nestes últimos dois anos. Desde as mensalidades, os ingressos, as escolhas e as trocas dos técnicos, a preperação do time, tudo. Foi um enredo que só podia dar no que deu: rebaixamento. Só peço que eles tomem cuidado para a gente não ir direto para a série C, como já aconteceu com outros time. Todo cuidado é pouco.

Renovação do plantel

Espero que o Ovelha tenha cuidado em quem ele vai escolher para ficar (se é que ele vai poder fazer isto). Tem alguns jogadores que não podem ficar, por falta de qualidade mesmo. Romano, Welton Felipe e mais alguns (ou muitos) tem que tentar a vida em outro clube. Aqui não mais. Outros, que até tem qualidade, mas são perseguidos pela torcida, também não tem mais clima para ficar por aqui. Cito Robinho, Dirceu, Daniel e Diogo Orlando como os escolhidos para a ira da massa avaiana. Tem alguns queridinhos que eu não manteria na equipe porque acho que não é difícil encontrar melhores que eles. Nesta lista, incluiria o Rafael Fat Coelho e o Cássio. Tem aqueles que não são caros e podem ajudar a equipe para o ano que vem e tem a cara da série B, como o Bruno, o Júnior Urso e o Fernandinho. Seria um sonho poder manter o Lincoln, mas duvido muito que isto aconteça. Willian, apesar da identificação com a torcida, não está passando um bom momento e não sei se deveria ficar, pois já mostrou que pode ir embora a qualquer momento, dependendo da proposta.

A limpa tem que ser grande, mas não adianta mandar embora para depois contratar gente pior.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Pequenas notas

Não tenho escrito muito, mas não é por causa da situação do Avaí ou por tristeza. Estou com outros compromissos que não me permitiram fazer as postagens durante a semana passada, nem após o jogo contra o São Paulo.

Derrota para o São Paulo

Assisti apenas ao primeiro tempo do jogo do Morumbi, pois tinha um compromisso no mesmo horário do segundo tempo. O time até que não estava mal, marcava bem, apesar de algumas falhas do Daniel, e até chegou no gol do Ceni mais do que eles chegaram no gol do Felipe. Mas daí veio o segundo tempo e os dois gols costumeiros apareceram. Mais uma derrota e só um milagre daqueles que acontecem a cada 1000 anos para o Leão se salvar. Parece que o Leão é o time do primeiro tempo. É só ver quantas partidas ele jogou bem o primeiro tempo e até terminou vencendo ou empatando.

Treinador

Agora vem a notícia que o TC foi demitido. Já foi tarde. Deveriam tê-lo demitido após o jogo contra o Ceará, e talvez até antes, como muitos queriam. A diretoria deveria já contratar um bom treinador para já começar o trabalho para 2012. Renê Simões, antigo sonho de muitos torcedores está dando sopa. Não esteve bem nos últimos trabalhos, mas talvez seja um ótimo nome para um recomçeo de trabalho. Ele não conseguirá tirar o Avaí de onde está neste campeonato, mas pode começar a preparar o time para o ano que vem.

Cruzeiro

Hoje era para ser aquela partida para continuar sonhando na permanência, mas pode ser uma noite de escuridão sem fim. Não sei se existe diferença entre ser rebaixado com antecedência ou na última rodada, com a torcida dentro do estádio, torcendo para um outro clube fazer um gol para salvar seu time, como aconteceu com uma certa torcida mixuruca que tem aqui perto. De qualquer maneira, prefiro adiar este pesadelo o quanto puder. Por isso, espero que os jogadores lutem para conseguir uma vitória. Não importa se nossas chances são pequeníssimas. Importa que hoje queremos a vitória, independente do que nos espera amanhã.

Torcida

Li que tem gente incentivando a torcida para jogar coisas no gramado para interditar a Ressacada para o jogo contra o Tombense ser noutro lugar. Que coisa pequena. Além disso, é provável que a punição só ocorra para o ano que vem, pois não há tempo para julgar o time para este campeonato. Então, o tiro pode sair pela culatra. Se o time não foi digno da série A, pelo menos vamos mostrar que a torcida é.

domingo, 6 de novembro de 2011

Agora, só com milagre

A rodada que já não tinha começado boa para nós, no sábado, com as vitórias do time do Papai Joel e do Galo e a derrota do time do Harry Potter, terminou ainda pior, com esta derrota para o time cearense. Se o Leão tivesse feito a sua parte, com a derrota da raposa mineira, poderiamos ainda sonhar com a permanência na série A. Agora ficou quase impossível.

Olha, não dá vontade nem de falar do jogo, pois foi um desgosto só. O time vinha bem até levar o primeiro gol. Daí, parece que desligaram os jogadores da tomada. Eu não consigo entender este abatimento do time.

No segundo tempo, sem nenhuma organização e com a criatividade do TC em colocar primeiro Caíque e depois Marcos Paulo e Anderson Lessa, era sinal de que poderíamos jogar mais dois tempos de 45 que a gente não ia empatar.

Levamos um segundo gol, mesmo que com impedimento na origem da jogada, numa trapalhada dos dois zagueiros. Caçapa escorrega e Gian esbarra com ele. Eu não consegui acreditar quando vi aquilo. Era o fim. Realmente, não conseguimos ficar um jogo sequer sem levar dois gols.

Nem sei mais o que pedir aos jogadores, pois é difícil de acreditar numa virada. Espero pelo menos que joguem com dignidade as últimas partidas, para não levar nenhuma goleada de São Paulo ou Vasco.

A matemática ainda  não condenou o time para a série B, mas o futebol que está jogando sim.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Balanço da Rodada


Demorei, mas voltei a escrever. Mais um cavalo encilhado passou... e foi embora. E quase todo mundo trabalhou a nosso favor. Estão pedindo para o Leão sair do poço, que tem mais gente querendo entrar, mas ele não quer sair de lá.

Juiz confuso e imprensa babando - é só o mimadinho cair na área que tem soprador de apito correndo para a marca da cal. É muita babação de ovo pra cima do guri. No fim, o peixe detonou a brisa do Paraná, que continua no poço. Bom resultado para o Leão.

Salvo pelo Loco – num jogo difícil, a raposa saiu queimada, mas quase rouba um ponto do time do Harry Potter, que continua sua luta para as Américas. Já o time mineiro fica cada vez mais perto do poço. Bom resultado para o Leão.

Vovô se cansou – acho que o time do Padim Ciço não sai mais do poço. Dessa vez, perdeu para o time das Laranjeiras, que como bom bipolar, alterna bons e maus jogos. Ótimo resultado para o Leão.

Leão leva virada – mesmo com um jogador a mais, os comandados do TC não souberam segurar o ímpeto dos alvinegros paulistas, queridinho da TV Bobo. Era a chance de ganhar os pontos fora de casa que precisava.

Trem da Colina para e perde o topo – o time da faixa de miss perdeu a oportunidade de manter a liderança, e não conseguiu fazer nenhum gol no substituto do RC. Acho que a lenha da máquina está se apagando. O time do Leão (o treinador) está cada vez mais longe de voltar para as Américas.

RG não brilha, mas André Lima sim – quem diria, num jogo com craques como RG e Tiago Lima e ótimos jogadores como Douglas e Marquinhos, quem brilhou foi o André Lima, com aquela barbicha horrorosa. A torcida encoxada que estava magoadinha ficou contente e o time do profexô perdeu uma posição e já começa a ver os adversários na disputa pelas Américas no retrovisor.

Eles sonham – podem continuar sonhando. Não vão chegar onde querem.

Galo faz sua parte – o time do Cuca venceu o do Felipão. O time de Minas parece que vai escapar mesmo da morte e o italiano tem que caprichar muito para cair no poço. Péssimo resultado para o Leão.

Coxa mata o Coelho de vez – o time B do Leão venceu o time pequeno de BH, que pelo jeito, não vai mais largar a lanterna. O time do Paraná garantiu sua permanência na série A do ano que vem, e acho que seu único interesse agora é afundar o rival, pois dificilmente chega nas Américas.

Acabou o fogo do Dragão – mais um time que vai entrar em férias antecipadas, pois não sonha com mais nada. Precisa de apenas 3 pontos para se garantir na série A do ano que vem e não luta por mais nada. Já o colorado voltou a sonhar com as Américas, o que tem boas chances.

Continuamos na mesma posição e com a mesma distância para fora do poço. A luta continua, companheiro.