quinta-feira, 31 de março de 2011

Avaí 4, Ipatinga 1, Torcida 0

Fui um dos 4.450 torcedores que teve coragem de ir numa noite chuvosa até a Ressacada. O que eu vi?


Começo pela torcida. Dizer que a torcida não apóia porque o time não joga bem é desculpa de corneteiro e de pijama. Quando o time joga bem é mais do que natural que o torcedor aplauda e incentive: só um poste fica parado. Torcedor que é torcedor, incentiva o time desde o início do jogo até o final. É claro que quando o time leva um gol, é natural que a torcida se silencie e leve um tempo até voltar a apoiar. Mas eu não admito vaias e gritos de burro, quando o jogo mal começou.


Nota Zero para muitos corneteiros, pijamas e frustrados que foram ontem ao jogo. Deviam ter ficado em casa.


Agora o jogo.


Eu também gosto de um time ofensivo, mas no jogo de ontem, achei correta a troca de um volante por outro. Para que arriscar num jogo que 0x0 era favorável? O gol sofrido logo no início não tem nada a ver com o esquema tático. Eu como técnico não iria mudar o esquema por causa disso, já que havia muito tempo para reverter o placar. E foi o que aconteceu.


Vários jogadores estavam perdidos em campo e jogando mal e daí sim, acho que é problema do treinador. Apenas não acho que é o esquema tático que deixa o time assim. Em relação ao esquema, 3-5-2, 3-6-1 ou 4-4-2, acho que o time deve jogar no Catarinense como pretende jogar no Brasileiro. Se o Avaí pretende jogar contra o São Paulo, no 3-5-2, com a idéia de vencer, porque não fazer o mesmo contra o Marcílio Dias?


Sobre os jogadores:


- Renan – não falhou no gol. Ainda não passa segurança para o time. Não quero que aconteça (pois vai significar sofrimento), mas ele precisa de uma partida com grandes defesas para poder voltar a ter a confiança da torcida.


- Julinho - horrível. Tem falar para o guri que ele até joga bem, mas menos do que ele pensa. É muito toquinho. Fez o gol contra, mostrando o que um defensor não deve fazer na pequena área.


- Gustavo – não esteve bem, perdendo muitas bolas, principalmente no 2º tempo.


- Gian – gostei bastante. Ganhou várias bolas no alto e se antecipou em várias outras. Para mim, Leonardo fica no banco.


- Cássio – está longe de lembrar aquele zagueiro que jogou aqui. Precisa melhorar e muito.


- Émerson Nunes – o zagueiro regular de sempre. Às vezes até se arrisca no ataque. Tem qualidade com a bola nos pés.


- Marcinho Guerreiro – estava perdido em campo. Quase todas as bolas alçadas na área do Avaí foram em virtude de faltas cometidas por ele. Achei que ia se expulso. Tem que melhorar o tempo de bola.


- Acleisson – já tinha percebido pela TV que havia emagrecido e pude comprovar ao vivo. Começou um pouco estabanado, cometendo a falta que resultou no gol do adversário. Depois foi se achando, dando combate, roubando bolas, fazendo lançamentos, até o seu gol de falta. Escutei um babaca ironizando o volante dizendo que ele deveria imitar o Rogério Ceni, que bateu 15.000 faltas antes de tentar a primeira vez. Pois é, mas na segunda vez no jogo botou uma bomba na rede. Chupa essa. Silas, deixa o Diogo Orlando descansar mais um pouco.


- Marquinhos Santos – melhorou, mas ainda está longe do que pode fazer. Fez o cruzamento para o primeiro gol e cobrou a falta que o Rafael Coelho marcou o terceiro. Só. Espero que ele dance o créu no domingo.


- Rafael Coelho – não é comum falar mal do jogador que faz 3 gols numa partida, mas achei que ele jogou muito mal. Estava perdido em campo, querendo jogar muitas vezes no meio de campo. Errou todos os passes que podia. Um conselho para ele: se está no contra-ataque e só tem mais um zagueiro na tua frente, joga a bola na frente que você chega antes dele. Não inventa de passar, porque você erra. Seja fominha.


- Willian – mostrou a raça que conhecemos, fazendo uma jogada improvável no segundo gol. Merecia ter feito o seu.


- Estrada, Marquinhos Gabriel e Cristian – não tiveram tempo de mostrar muita coisa.


Agora é o clássico. Tem que melhorar muito para a gente vencer o time das letras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados