quinta-feira, 21 de abril de 2011

O que falar dos jogadores?

Analisando o desempenho dos jogadores no time de ontem.

Renan - praticamente não trabalhou, mas anda inseguro com as bolas que sobram para ele. Tem conversar mais com os zagueiros.

Julinho - bem no ataque, mal na defesa. O gol saiu do lado dele.

Gian e Rafael - estiveram bem, mas bobearam no gol do Botafogo.

Bruno - excelente partida. Se continuar assim, com a cabeça no lugar e sem dar carrinho, não sai mais do time.

Felipe - bem na defesa e péssimo no ataque. Era para ser o contrário, já que ele é atacante. Silas já falou que precisa de contratações para parar de improvisar. O rapaz vai dançar.

Marcinho Guerreiro - tem ficar só desarmando mesmo, porque o chute é pior que o meu.

Diogo Orlando - pode fazer o que quiser que a torcida não vai gostar. Ontem até recebeu alguns aplausos num cruzamento que fez pela direita. Achei que fez uma boa partida. O pessoal reclama que ele não sabe armar. Ué, mas o Marcinho Guerreiro também não! É o galego que tem que fazer isso. Se eu fosse ele, pedia para ser negociado e mandava uma banana pra torcida chata.

Marquinhos Santos - ainda está abaixo do que sabe. Está dando muito toque pro lado e passando a responsabilidade para os laterais e para os volantes armarem o time. É ele que tem que fazer isso. Se os atacantes não se mexem para ele passar, o mesmo acontece quando a bola está nos pés dos outros jogadores. Não tem desculpa. Tem que arriscar mais. E trabalhar mais.

Rafael Coelho - ponto negativo: não pode perder os gols que vem perdendo. ponto positivo: se perdeu é porque estava lá. Só um aviso para ele: o Vandinho também perdia muito gol e a lua de mel com a torcida acabou. Tem que começar a botar a bola pra dentro.

Willian - não jogou bem ontem, mas teve coragem de bater o pênalti que o galego refugou.

Marquinhos Gabriel - tem que ficar no time. É bom jogador e não se esconde.

Estrada - como já li em algum blog (desculpe, mas não me lembro qual), o Estrada é o novo iluminado. Eu colocava ele pra jogar só pra ver o que ia dar.

Evando - estava com a luz apagada.

Silas - teimosia ou convicção? Disse que o time deveria ter atacado mais, mesmo quando estava 0x0. Até entendo ele, que estava jogando com o regulamento. Se tivesse arriscado com mais um meia e menos volantes ou zagueiros e perdesse o jogo, todo mundo ia dizer que era para ser mais cauteloso porque o empate era nosso. Os profetas do passado iam entrar em ação. Classificou o time, mas está no caminho do Benazzi. O clássico é sua salvação para continuar no time.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados