domingo, 1 de maio de 2011

Esbarramos no travessão

Não deu e acho que não temos que crucificar ninguém. Fizemos uma boa partida, mas não matamos o jogo na hora que tivemos a chance. Rafael Coelho fez a jogada certa, mas não concluiu com eficiência. Ali, seria o final do jogo, porque o time do oeste não ia ter força para tirar 3 gols de vantagem.

Aí veio a jogada do primeiro gol deles. O Renan poderia ser menos imprudente, mas não podemos também atribuir a desclassificação por causa disto. Até porque ele fez muitas defesas importantes durante o jogo.

O segundo gol também considero mais mérito deles do que falha do Bruno, que aliás fez uma boa partida.

As substituições do Silas, se não funcionaram, pelo menos foram coerentes. Para o lugar do Gian, não tinha outro senão Émerson Nunes, que fez uma boa partida. Depois saiu o RC e entrou o Fabiano. O time estava ganhando e não tinha que se expor tanto. O gol que levamos foi meio que no contra ataque, ou seja não foi fruto de uma pressão do time verde. No desespero, colocou o Evando, que até tentou, mas já tá mostrando que tá em débito com a Celesc e não vai mesmo ser aquele que as viúvas sonhavam.

Sobre a arbitragem, não temos muito que contestar, apenas a vontade que ele estava de dar cartão amarelo para o Avaí e o receio de fazer o mesmo com o time do oeste.

Da primeira vez que esteve por aqui, o Silas perdeu justamente a decisão do returno, não conseguindo vencer o time do Criciúma. Depois fez uma brilhante campanha na série A e todo mundo esqueceu aquela partida. Vamos torcer para que a história se repita, quem sabe agora numa conquista da Copa do Brasil.

Felizmente, temos calendário e quarta já vamos voltar a ver nosso Leão, diferente de alguns torcedores multicoloridos que estão festejando títulos que não conquistaram e que só voltam a ver seu time daqui 20 dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados