domingo, 12 de junho de 2011

Sócios e e ingressos: comparando com os outros

Muito tem-se falado sobre o alto valor dos ingressos e das mensalidades dos sócios e que isto está esvaziando a Ressacada. Também acho a mensalidade cara (sou sócio do setor A) e acho que os ingressos estão um pouco acima do que deveriam, mas devo ressaltar que uma coisa tem tudo a ver que com a outra. Para reduzir o valor dos ingressos é preciso repensar os valores das mensalidades. A relação mensalidade/número de jogos tem que ser sempre melhor do que o valor do ingresso, porque do contrário, todos deixarão de se associar, para apenas comprar os ingressos nos jogos que quer ir. Isto é óbvio.

Hoje, a mensalidade mais cara (não contando os VIPs nem os conselheiros) é R$ 95,00 mensais. Considerando que o Avaí já jogou este ano na Ressacada 9 partidas pelo estadual e duas pela Copa do Brasil e vai ainda disputar pelo menos mais uma pela Copa do Brasil e mais 19 pela série A, o sócio poderá assistir 31 partidas do seu time no ano de 2011, o que vai dar uma média de R$ 36,77 por jogo. Para quem está nas descobertas, o valor reduz para R$ 21,29. Olhando por este lado, não são valores tão altos e nesta linha de raciocínio, o ingresso não poderia custar menos que R$ 30,00. Aliás, por este valor, quem é estudante, nunca irá se associar.

Para analisar melhor os números, resolvi pesquisar os valores de outros clubes. Além de dois clubes catarinenses com estruturas semelhantes ao Avaí, inclui os dois clubes paranaenses da série A, cuja estrutura não está tão longe de nós e o São Paulo, apenas como referência de um time bem estruturado. Não incluí os valores dos times gaúchos porque não os consegui encontrar nos sites dos mesmos. Entretanto, eles não servem de parâmetro pelo grande número de sócios que possuem. Isto com certeza, altera a política de preços de qualquer clube.

Avaí
Criciúma
Figueirense
Coritiba
Atlético-PR
São Paulo
Sócio
Cadeira 1
95,00
120,00
100,00
135,00
70,00
80,00
Cadeira 2
90,00
50,00
90,00
-
-
Arquibancada 1
55,00
50,00
50,00
70,00
-
-
Arquibancada 2
-
-
-
50,00
-
-
Estudante (arquib)
-
30,00
-
-
-
-
Contribuinte (50%)
20,00
25,00
20,00
25,00
-
18,00
Ingressos
Cadeira
80,00
100,00
80,00
140,00
-
80,00
Arquibancada 1
50,00
40,00
40,00
80,00
60,00
40,00
Arquibancada 2
-
-
-
60,00
-
30,00

Em relação aos sócios das cadeiras (normalmente cobertas), o Avaí só perde para Atlético Paranaense e São Paulo. Entretanto, cabe ressaltar que o clube de Curitiba tem um único valor para todo o estádio, ou seja, a conta fica diluída entre todos os sócios. Quem senta na parte lateral paga o mesmo de quem assiste o jogo atrás da trave. No caso do São Paulo, esta é a única modalidade que o torcedor não precisa pagar ingresso (tem outras, mas que são mais caras, com direito a estacionamento) e deve representar apenas uma pequena parcela do total de sócios.

Já os sócios que assistem o jogo na chuva precisam pagar R$ 5,00 a mais do que os torcedores do sul, do estreito e dos coxas (do anel inferior). Já os torcedores do Coritiba que assistem aos jogos no anel superior, pagam R$ 70,00. Como já escrevi antes, só há uma modalidade para os torcedores atleticanos, que pagam R$ 70,00 mensais em qualquer lugar do estádio.

O único clube que encontrei que tem modalidade para sócio estudante é o Criciúma, cujo valor é R$ 30,00. É uma idéia que o Avaí poderia adotar.

Com exceção do furacão original (o de Curitiba), todos os demais times possuem modalidade sócio-torcedor, aquele que recebe desconto para comprar o ingresso. O valor avaiano é o mesmo do time multicolorido e só perde para o torcedor são paulino, que tem outras modalidades de sócio torcedor mais caras. A grande maioria dos sócios paulistas usa esta modalidade.

Em relação aos ingressos, as cadeiras cobertas estão num preço semelhante aos praticados pelos demais times, mas a descoberta está salgada, perdendo apenas para a dupla paranaense, que aumentaram os ingressos como forma de forçar o torcedor a se associar.

Minha conclusão: os preços podem estar altos, mas é uma realidade para todos os clubes do porte do Avaí. Já fiz uma postagem em que sugeri um preço um pouco menor nos ingressos (R$ 40,00) e um setor (de 1000 a 2000 lugares) com ingressos populares (R$ 25,00). Menos que isso, não dá para fazer futebol.

Como escrevi no começo, me assustei com o reajuste da mensalidade no ano passado e quase desisti de ser sócio. Pode ter sido um passo errado da diretoria, mas que agora não dá mais para voltar atrás. O que o Avaí tem que fazer é não aumentar este valor pelos próximos 3 anos, para ver se aos poucos, aumenta o quadro associativo. Aliás, o número de sócios é um mistério em todos os clubes. Enquanto alguns não divulgam por ser poucos, outros mentem para parecer que têm muitos.

Por último, quero comentar sobre a promoção dos ingressos para o jogo do São Paulo. Vi muita gente falando mal desta promoção. Eu, ao contrário, achei inteligente, pois valoriza o sócio. Quem não tem um conhecido que é sócio do Avaí? Meu amigo, se você é torcedor, quer ir ao jogo e não conhecesse nenhum sócio, é porque você é aquele torcedor que só vai na boa. Neste caso, não pode nem reclamar.

Todas as promoções deveriam privilegiar o sócio. Todas. Torcedor avulso (aquele que só vai na boa) tem mais é que pagar integral, porque eu pago a conta todo o mês, mesmo quando não tem jogo.

2 comentários:

  1. Acho que o grande problema da política de sócios foi a paulada que deram no início do ano passado que acabou correndo com mais da metade dos sócios. Se tivessem aumentado gradativamente, cinquinho aqui, dezinho ali, um pouco agora, outro pouco no ano seguinte o problema não seria tão sério. Outra coisa, comparando com o tricolor do estreito, nossa área coberta é mais do que o dobro da deles, portanto um espaço muito maior com preço maior. Uma grande cagada foi unificar os setores C, D e E. Se fosse para unificar tinham que mante um valor médio de 70,00 que era o valor do D e 15 pila mais caro que os outros dois. Da forma que fizeram acabaram criando o elefante branco que é o setor E onde está SEMPRE vazio.
    Outro problemão é não termos o tal plano de sócios para estudantes, e aí acrescento também os aposentados/idosos que também tem desconto assegurado em lei. Faz um plano para estes dois, e define que quem não é sócio só poderá comprar ingresso com desconto no setor popular que também tem que ser criado e eu sugiro que seja no setor H.
    O problema é que quem define os valores e estratégias de sócios pode conhecer muito de financeiro, marketing, comercial, etc., mas definitivamente entende muito pouco de AVAÍ.
    Ah, vou preparar uma postagem para o meu blog em cima desta tua, ok?
    Saudações Azurras,
    Sandro

    ResponderExcluir
  2. Sandro, no ano passado, com a brilhante campanha de 2009, alguém da diretoria cresceu o olho e aumentou o preço das mensalidades mais do que devia.
    Pode copiar o que quiser.
    Abraços
    Paulinho

    ResponderExcluir

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados