domingo, 5 de junho de 2011

3 razões para se irritar com o jogo

O Avaí perdeu do Santos, num resultado natural, que é perder fora de casa, jogando contra uma equipe que está nas finais da Libertadores e não jogou com apenas 3 titulares.

Minha irritação se deu por três motivos:

1 - Futebol do Avaí

O meio de campo estava um horror. Estrada e Marquinhos Gabriel não se apresentaram para o jogo. E o pior é que não vejo mais ninguém para aí. Será que o Pedro Ken é melhor que eles? Fabiano não marcou nem criou e vai voltar para o banco. Sou mais o Diogo Orlando. O Marcinho Guerreiro ficou só reclamando e não jogou nada. Robinho entrou e não fez a menor diferença. É bem verdade que participou da jogada do gol, fazendo uma tabela com o George Lucas, mas fez muito pouco. Todos pareciam sem vontade, olhando o time paulista tocar a bola e os nossos só cercando. Estavam com medo? O meio de campo santista, ao contrário, marcou em cima, durante todo o jogo, até o apito final. Está faltando isso para o Avaí.

E o Willian? É verdade que estava isolado, mas não ganhou uma. Parecia desanimado, pois só reclamava. Fábio Santos não entrou muito bem, mas ainda acredito nele. Maurício Alves deu um gás para o ataque e fez o gol. Se tivessem entrado antes, talvez a história poderia ser diferente. Acho que poderia ser melhor aproveitado no time.

Já a defesa estave bem postada, mas novamente perdeu o jogo na bola parada. No primeiro gol, acho que a falha foi do Cássio ou do George Lucas, não pude perceber quem ficou dormindo enquanto o jogador do Santos desviava a bola que sobrou livre para o Borges marcar. Aliás, não quero pegar no pé do gêmeo do Rafael, mas ele não está me convencendo. Acho que tem que arrumar outro para o seu lugar.

O segundo gol foi feito de forma irregular, pois o atacante santista estava em impedimento. Independente disto, o Marcinho Guerreiro falhou no lance. Gostei muito do Bruno, que acho que ganhou quase todas as bolas. George Lucas vem melhorando e quem sabe vai mostrar que é bom, não só no microfone. Julinho muito apagado. Será que está chateado porque não foi negociado?

Aleks não teve culpa no gol. Aliás, escutei um bobo de uma rádio dizendo que o goleiro havia falhado no primeiro gol. O que ele podia fazer? O desvio de cabeça foi feito num ponto da área que ele nunca poderia chegar e se ele pega aquela bola do Borges, ia ser contratado no final do jogo. Nos outros dois gols também não teve culpa e ainda fez uma grande defesa no segundo tempo. Percebi ele um pouco nervoso no meio do segundo tempo e mostrou que precisa melhorar com os pés. No mais, acho que não vamos sentir falta do Renan.

2 - Arbitragem

Caseiro e medroso. O time do Santos marca forte, mas segundo os olhos do cara de amarelo, era sempre na bola. Era difícil do cara marcar uma falta contra eles. Já do nosso lado, qualquer encostão era falta. Perdemos por causa disso? Claro que não, mas isto não quer dizer que podemos ficar aceitando este tipo de arbitragem. Não marcou impedimento no segundo gol e deixou de dar uma falta no atacante avaiano, no lance que originou o contra-ataque do terceiro gol do peixe. O Zé Love berrou na cara do bandeira e ele fez que nem viu. O Marcinho Guerreiro passou por ele resmungado e levou cartão amarelo. Muito ruim o cara.

3 - Narrador e Comentarista do PFC

Tudo bem que eles são paulistas, mas podiam ser um pouco menos parciais. O comentarista, muito ruim por sinal, no segundo gol, não teve coragem de dizer que foi impedimento. Disse que dependia do árbitro ver se a bola tinha tocado na cabeça do zagueiro santista primeiro. Poxa vida. Se o lance é para o Avaí, tenho certeza que ele diria que fora uma falha da arbitragem e o gol deveria ter sido anulado. Como era para um time paulista, o cara ficou quietinho. No primeiro tempo, numa falta do Borges no Julinho, que o juiz não deu, ele preferiu comentar sobre a vontade do Borges em marcar, do que afirmar que o juiz havia errado. Quando o juiz errava contra o Avaí, ele falava de outra coisa. O campeonato é de série A, mas este aí é de série B.

O narrador não fica muito atrás. Acho que estava dormindo no gol do Avaí, pois narrou muito atrasado. Acho que não acreditava. É por causa destes caras que eu não torço para time paulista nas disputas internacionais, como já escrevi aqui. Não tenham dúvida, sou Peñarol desde criança e se o título for para o Uruguai, vou sentar na poltrona só para ver a cara de sem graça destes comentaristas bairrista de meia tijela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados