quinta-feira, 16 de junho de 2011

A banalização da denúncia, por Kk de Paula

É difícil eu publicar as postagens de outros blogs, mas lendo o texto da Kk de Paula, do blog DNAzul, vi que não tinha mais nada a acrescentar sobre este assunto.

Então segue o texto dela. Para ver o original, acesse http://dnazul.blogspot.com/2011/06/banalizacao-da-denuncia.html

"Surpreende-me a facilidade de denegrir com denúncias vazias pessoas ligadas ao presidente Zunino e ao nosso Clube.

Denúncia feita por jornalistas sérios, investigativos, deve vir acompanhada de documentação, pesquisa e com certeza, se escuta os envolvidos. Depois, publica-se.

Como é fácil denunciar hoje em dia.

Em milésimos de segundos entra na Rede mundial e aí...pronto. A denúncia é real e no mesmo instante passa a ser verdadeira.

Muitos confundem realidade com verdade.

A denúncia existe, sim existe. É real. Mas é verdadeira?

Mesmo sem provas, ela alimenta os abutres com carniças fictícias, mas que fedem como verdadeiras.

Como é fácil denunciar, difamar, melindrar.

Como é difícil ousar saber sem se deixar manipular por notícias que acusam sem provas.

Nesses casos só cabe um caminho. A justiça.

Porque o denunciante não ouviu o denunciado. Publicou irresponsavelmente.

Quem de nós, eu pergunto alto e em bom som, quem de nós fez nesses últimos anos mais pelo Avaí do que seu presidente?

Quem de nós soube de alguma coisa que denigra o caráter ilibado do Presidente João Nilson Zunino?

Por respeito a esse Homem, o mínimo que se pode fazer é lhe ouvir antes de divulgar e difamar qualquer membro da sua família.

Avaiano, não se permita alimentar os abutres. Eles querem nos transformar em carniças.

Presidente, responda para esses “abutres” somente através da Justiça.

Nela todos são ouvidos, e Ela exige provas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados