terça-feira, 26 de julho de 2011

Táticas certas e erradas (depende do resultado)

Muitos "entendidos" da imprensa e da torcida tem por hábito explicar o resultado da partida em função da tática usada pelo técnico.


Se pedissem para eles fazer a avaliação do jogo aos 40 minutos do segundo tempo e outra no final da partida, e neste intervalo de tempo houvesse uma virada no placar, é certo que as duas análises seriam completamente diferentes.


Ou seja, o que valeu durante 85 minutos, será descartado nos últimos 5, às vezes por lances fortuitos, coisas do futebol. Isto mostra a precariedade da visão dos "especialistas" que mudam a análise do jogo por conta do resultado. É claro que o resultado deve influenciar no comentário, mas não de modo a mudá-lo completamente.


Como seriam os comentários sobre a mesma tática, dependendo do resultado da partida?


Time recuou para garantir o resultado


Se vence: "O time foi aplicado e soube se defender, neutralizando o adversário. Só saiu na boa e conseguiu o que queria. Futebol é isso aí, tem que jogar com as armas que possui e aproveitar as chances que aparecem."


Se perde: "O time recuou demais e chamou o adversário para seu campo. Não se pode abdicar do ataque. Estava na cara que ia levar o gol."


Meio de campo com muitos jogadores


Se vence: "É o que sempre digo, quem vence a batalha do meio de campo, vence a partida. O time dominou aquele setor e por isso venceu a partida."


Se perde: "Não adianta concentrar tanta gente num único setor. Tinha que colocar mais gente no ataque, que ficou isolado."


Vários atacantes


Se vence: "O time foi ousado e partiu para cima, com vários atacantes. É assim mesmo, pra vencer tem que botar atacante."


Se perde: "Não adianta colocar um monte de atacante se a bola não chega. Atacar com muita gente não quer dizer que vai funcionar. Tinha que trabalhar mais a bola no meio de campo."


Três zagueiros e dois volantes


Se vence: "O time estava muito firme na defesa e isso deu segurança para o meio de campo sair para ajudar o ataque."


Se perde: "O time ficou preso com tanta gente na defesa. Tinha que soltar mais o time, ir mais para o ataque. O time estava enterrado lá atrás."


Laterais que apóiam o ataque


Se vence: "O apoio dos laterais foi fundamental para a vitória. Isto é muito importante no futebol atual."


Se perde: "Não adianta os laterais subirem e tomarem bola nas costas. Primeiro tem que defender, depois apoiar. Só pode sair na boa."


Volantes que saem para o jogo


Se vence: "Quando o time tem volantes que apóiam e não somente marcam, as chances de vitórias sempre são maiores. Não se admite mais jogador que só sabe marcar. Este é o futebol moderno. Foi por isso que o time venceu."


Se perde: "Não adianta ter volante que só cerca e dá toquinho. Tem que ter um xerife na frente da zaga. Jogador de pegada. Alguém tem que fazer o trabalho sujo para poder liberar os meias para criarem."


Time compacto


Se vence: "Os jogadores ficaram perto uns dos outros e puderem trocar os passes com mais rapidez. Foi por isso que chegaram no gol."


Se perde: "O time estava muito amontoado. Tem que ocupar os espaços do campo. Assim fica fácil do adversário marcar."


Time espalhado


Se vence: "O time soube ocupar os espaços, caindo bastante pelas laterais e esticando as bolas. Ficou difícil para o adversário marcar. Eles estão certos: quem tem que correr é a bola, não é o jogador. Por isso venceu."


Se perde: "Os jogadores estão muito longe uns dos outros. Aí fica fácil para adversário interceptar a bola. Tem que juntar mais."


Repetir o time a cada jogo


Se vence: "Futebol não tem mistério. Tem que repetir o time para dar confiança e ganhar entrosamento. O time vencedor começa com a definição dos titulares."


Se perde: "Não adianta insistir com este time. Tem que mudar algumas peças que não estão funcionando. Não dá para esperar. Para que contrataram os caras que estão no banco?"


Modificar o time a cada jogo


Se vence: "Ele está certo. O técnico tem que escalar o time de acordo com o adversário. Estas mudanças confundem o adversário que não sabe como o time vai jogar. No futebol atual não tem mais ser titular absoluto. Uma equipe é formada por mais jogadores do que os 11 que começam

jogando."


Se perde: "Ele muda muito o time. Parece que não tem confiança no que faz. Tem que definir o time titular de uma vez. O jogador é titular numa partida e na outra está no banco. Aí não dá."


Deve haver várias outras situações que a mesma tática pode ser certa ou errada. Depende do resultado do jogo. Por isso que eles só falam depois do que acontece, pois se falassem antes, não iam acertar nunca.

2 comentários:

  1. Geralmente o resultado do jogo depende das táticas utilizada durante uma partida de futebol.
    Portanto, meu caro até que algumas linhas desse teu post eu concordo, mas na na maioria não.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Seu Cunha,
    É claro que o resultado do jogo depende da tática utilizada. O que estou falando é que as opiniões mudam com o resultado.
    Abraços
    Paulinho

    ResponderExcluir

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados