quarta-feira, 6 de julho de 2011

Tempo frio, jogo quente

Hoje é dia para conseguir a primeira vitória. Ela não vai tirar o time da zona de rebaixamento e nem mesmo melhorar sua classificação. Entretanto, é o primeiro passo para sair desse atoleiro que os jogadores se meteram.

Não sei quem o Gallo vai escalar, mas algumas posições não deverão ser alteradas, como a zaga com Gustavo Bastos e Welton Felipe, nas laterais Daniel e Romano e no ataque com Willian e Rafael Coelho. No gol, parece que Felipe, que era do Santos, vai fazer sua estréia, já que Gallo não quis chamar Aleks. Como volantes, com Bruno e Batista estão suspensos, Pedro Ken deve jogar um pouco mais atrás para ajudar na marcação. Ao lado dele pode entrar Fabiano, ou Diogo Orlando, recuperado de lesão. Acleisson está fora da relação. Para a criação, Robinho e Cléverson. Parece que Marquinhos Gabriel voltou a ser relacionado, mas Estrada também eu não sei.

Tudo é um mistério. Muito segredo. Espero que não escondam o futebol também.

Do outro lado um Bahia que fez mais pontos fora de casa (duas vitórias) do que em casa (dois empates). Não é uma maravilha de time, mas também não é tão ruim. Acredito que está no mesmo nível do América mineiro, mas com jogadores experientes, que tanto podem decidir o jogo, como podem cansar e desistir da partida.

A diretoria fez uma boa promoção, mas desconfio que o frio vai tirar o torcedor do estádio. Os adeptos do ppv não vão largar o cobertor. Espero que aqueles que forem, tentem esquentar e empurrar o time para cima dos baianos, que se pudessem, jogariam de agasalho.

Acredito numa vitória, não muito tranquila, já que os ventos ainda não mudaram totalmente de direção, mas com raça e determinação dos jogadores e o apoio da torcida, poderemos contabilizar mais três pontos na tabela.

Vai pra cima deles Leão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados