segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Balanço da Rodada

Os resultados da rodada foram bons, mas o Leão não se ajudou. Deixou o cavalo encilhado passar e não montou. Mas nem tudo está perdido, pois ainda temos boas chances para conquistar o turno, afinal 16 pode ser menor que 15, mas 15 é maior que 14.
 Repeteco em Camboriú – o caçula do campeonato fez novamente uma boa partida, criou várias chances, mas novamente perdeu o jogo em casa (terceira derrota em quatro partidas em casa). Dessa vez foi para o time da terra da fartura, que com essa vitória, voltou a sonhar com o turno. O tricolor da baixada continuou em sétimo lugar e agora vai até a vizinha Itajaí tentar afogar o marinheiro de vez, enquanto o time do seu Marchetti, que subiu para terceiro, recebe o líder, para fazer o famoso jogo de seis pontos, pois se vencer passa os índios.

Juntos para a segundona - os dois últimos do campeonato vão acabar morrendo abraçados. O time dos marrecos saiu na frente, fazendo dois gols de vantagem e estava dando aquele caldo. Mas deixou os marinheiros afogados voltar à superfície, respirar e empatar a partida. O time de Brusque, ainda em penúltimo, vem para a capital sonhando fazer um crime (por que não?). O time do porto tem a oportunidade de deixar a lanterna, jogando em casa contra o caçula do campeonato, para continuar acreditando que não vai cair e que o sargento Garcia vai prender o Zorro.

Tudo igual no clássico verde – o time do “craque” Rafael Costa (foto), cada vez mais artilheiro, saiu na frente e poderia terminar a rodada até na segunda colocação. O time de Blumenau teve até chance para ampliar o placar, mas não fez e acabou levando o empate. Depois teve um jogador expulso e se fechou para garantir o empate. O time de Blumenau, que caiu uma posição na tabela, recebe os amarelos do sul, para continuar sonhando com o turno. O time do Oeste, novamente líder, vai viajar até Ibirama, para tentar beliscar algum ponto e não ser atropelado pelos outros na reta final.

Sem ajuda eu não consigo II – mais um jogo que o time do queridinho do mal consegue empatar no último minuto, com gol pênalti. Já havia sido assim contra o Marcílio, se lembram? Como atenuante (para eles), o árbitro (?) e o bandeirinha fizeram uma lambança, ao discordarem de um suposto pênalti em Valdo, alguns minutos antes. O bandeirinha achou que foi, mas o carecone achou que foi simulação e deu amarelo pro amarelo. Para compensar o protegido charuto marcou um pênalti, aos 50, isto mesmo, 50 minutos do segundo. Acho que levantaram aquela placa muito usada num estádio mais ao sul. O time do carvão, que continua em sexto, vai a Blumenau ver se consegue manter o emprego do goiano e o time do balé, ainda em oitavo, recebe o Leão da Ilha, e deve fazer a conhecida guerra contra a capital e seu coro de au, au, au...

Um chute, um gol, uma vitória – a sensação do campeonato foi dominada durante o jogo inteiro, mas num contra-ataque, achou um gol e depois se fechou mais que cofre de banco, dando bico para onde estava virada. Apesar de subirem para a terceira colocação, as barbies ainda estão atrás do Leão, que com a derrota, foi para segundo lugar. O time do parafusito, que voltou a se achar o Real Madrid, recebe os marrecos, apostando no tropeço dos outros (tem que cuidar de si primeiro) e o Leão, comandado pelo Ovelha (foto) vai até Joinville, para tentar uma vitória e continuar vivo na competição.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados