domingo, 12 de fevereiro de 2012

A melhor partida e a pior derrota

O Avaí jogou uma boa partida, mas acabou derrotando pelo time do parafusito.

O Leão fez um primeiro tempo em que teve o domínio completo da partida, com a bola rondando muito mais a área deles do que a nossa. As chances não foram muitas, é verdade, mas que eu me lembre, o máximo que eles fizeram foi cabecear para fora numa bola alçada na área. Moretto assistiu o jogo.

O segundo tempo começou mais equilibrado, mas quem teve mais chance foi o Avaí.

Ovelha colocou Nunes no lugar de Capixaba (que já gastou todo o estoque de paciência do torcedor), que em seu primeiro lance quase marcou. Robinho encontrou o centroavante livre na área, mas ele se enrolou e foi abafado pelo goleiro deles. Nunes já havia mostrado em Itajaí que é bem melhor de Capixaba, mas precisam cruzar a bola para ele, ou chegar perto pra tabelar, como fez na última partida, com o Robinho.

Num lance de contra-ataque, numa das únicas vezes que eles chutaram no gol, marcaram. O time estava atacando, perdeu a bola, e numa ligação rápida a bola chegou nos pés do atacante deles, que chutou no canto de Moreto. Na comemoração, o palhaço botijão, que nem fez o gol e não fez quase nada no jogo, quis fazer gracinha com a torcida avaiana. Desnecessário. Quero ver se a imprensa alugada vai dar o destaque neste lance que nem fez no clássico do créu. Quero ver quantos dias vão ficar repercutindo isso (se é que vão falar sobre isso).

Daí para frente, novamente só deu Leão, jogando contra um time covarde, que fazia cera a todo momento (bem coisa de time pequeno) e que só dava chutão para frente.

Ovelha foi para o abafa e colocou Cléber Santana no lugar de Cássio. O estreante jogou bem, mostrou que tem qualidade e se tivesse mais pontaria, teria marcado o gol de empate. Se absorver a raça avaiana, tem tudo para se tornar ídolo, pois é titular com um pé nas costas.

Robinho, machucado, saiu para a entrada de Neílson, que pouco fez, mas teve a oportunidade do empate, cabeceando uma bola no ângulo, defendida pelo arqueiro adversário. Aliás, Robinho até que fez alguns bons passes, mas precisa ficar mais a frente para produzir mais.

Cléverson fez um bom primeiro tempo, mas, assim como no ano passado, parece que só tem gás para 45 minutos, pois sumiu no segundo tempo.

A zaga esteve bem e foi pega de calça curta no gol deles. Não dá de falar mal.

Moreto pouco trabalhou e tomou um gol que era realmente difícil de defender.

Arlan se movimentou bastante, mas Patrick vai tomar conta da vaga, sem mistério.

Feijão estava um pouco parado, e não foi tão bem assim.

Diogo Orlando e Bruno fizerem bem a proteção da zaga, mas tiveram um pouco de culpa no gol, pois estavam muito na frente quando o time perdeu a bola no ataque.

O Ovelha tentou o que podia, não dá para criticá-lo numa derrota em que o time jogou melhor que o adversário.

Acho que só mesmo os boca-alugada da rádio que troca a notícia e o dublê de comentarista da rádio falida acham que a vitória das barbies foi merecida. Até o lindão da rádio do mané, que é torcedor deles, falou que o time do parafusito é uma bagunça e venceu apenas por causa daquele lance isolado. E ainda disse que o time do Ovelha está muito mais arrumado. Até me surpreendi com o comentário dele.

Agora é aproveitar a próxima quinzena para treinar e colocar o Cléber Santana, o Saldanha, o Nunes e o Patrick no time titular, e ir até Joinville e vencer lá dentro. Não vai ser fácil, mas é bem possível. Se conseguir isso, o turno é nosso. Eu acredito.

Um comentário:

  1. Huaahuahua, o que interessa eh bola na rede, mas a lamentação até que esta bem escrita!!! O turno de vcs já era, pode anotar aí...abs do subrinho alvinegro!!!

    ResponderExcluir

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados