terça-feira, 17 de abril de 2012

Sobre o chororô do regulamento

Vem cá, se o regulamento era tão ridículo, por que eles não falaram nisso antes do campeonato começar? Ou ele só ficou ruim depois que viram que podiam vencer os dois turnos?

O que as gazelas precisam entender é que cada time joga de acordo com o regulamento. Será que o time do oeste, por exemplo, faria apenas 15 pontos no returno se soubesse que de nada adiantaria os 18 pontos que ele fez no turno, ou será que tentaria jogar com tudo para impedir a segunda conquista do parafnusito?

Outra coisa que precisam entender é que com esta fórmula adotada, dos campeões do turno e returno, mais os dois melhores do índice técnico se classificarem para as semifinais, a hipótese do mesmo time ser campeão diretamente ao conquistar o turno e o returno poderia gerar uma outra situação ainda mais esdrúxula, que seria um time precisar perder para se classificar para as semifinais.

Querem saber como? Se na rodada anterior o time do Oeste tivesse vencido o time de Ibirama e o time do sul tivesse vencido o time de Blumenau, sabe o que teria acontecido? Os índios já estariam classificados pelo índice técnico, pois já teriam chegado aos 33 pontos, mas teriam poucas chances de conquistar o returno, pois estariam com 15 pontos, atrás do time do sul que estaria com 18 pontos, e do parafusito com 17. Ou seja, para continuar sonhando com o título e se classificar para as semifinais, era melhor o time do oeste perder na última rodada para os amarelos do sul, entregando o título para do time do sul e daí se classificar pelo índice técnico. Caso contrário, se o time do oeste vencesse esta partida, poderia entregar o título do returno para o parafusito e daí acabar o campeonato.

Aí sim, eu ia chamar o regulamento de ridículo. Ou seja, não é simplesmente incluir esta cláusula, pois a emenda seria pior que o soneto.

Para que a hipótese do campeão do turno e returno conquistar diretamente o campeonato seria necessário que a fórmula previsse que para a final se classificariam apenas os campeões do turno e do returno. Outra maneira seria ter decisões no turno e no returno (ou seja, ninguém seria campeão pela pontuação). Aí poderia incluir a clásula da choradeira.

Mas o que vale mesmo é o que assinaram no início do campeonato. O resto é chororô e medo de amarelar (como já fizeram várias vezes) na hora H.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados