quarta-feira, 18 de abril de 2012

Tem que diminuir o estadual

As campanhas de Brusque e Marcílio Dias mostraram que o campeonato estadual ainda tem muita equipe na disputa. Já foi pior, é verdade, mas 10 equipes ainda é muito, pois as últimas duas normalmente são bem inferiores que as demais.

O campeonato que já é bem disputado, visto que pelo menos 5 equipes sempre começam como candidatas ao título (Avaí, Figueirense, Criciúma, Joinville e Chapecoense), poderia ficar ainda mais emocionante se tivessemos apenas 8 equipes na disputa. E daí poderia rebaixar apenas uma equipe.

É bem verdade que os grandes iam correr algum risco, pois sempre vai ter um Atlético de Ibirama ou um Metropolitano para se enfiar entre eles. Mas é isto é que vai valorizar o campeonato.

Neste ano, o time de Itajaí conseguiu a proeza de marcar apenas um ponto no returno e se não fosse os pontos acumulados no turno, teria feito uma campanha historicamente vexatória para um clube de sua tradição. O aproveitamento do time foi de apenas 13 %, que só não é pior que os desempenhos de Alto Vale (2003), União Timbó (2005-imbatível), Caxias (2006) e Atlético Tubarão (2009), considerando os campeonatos desde 2002.

O Brusque não ficou muito atrás e fez apenas 8 pontos, com um aproveitamento de 15 %, também entre os piores dos últimos 10 anos.

Neste período, os dois últimos do campeonato tiveram os seguintes aproveitamentos:

2002 - Kindermann - 8 pontos em 10 jogos = 27 % e Alto Vale - 10 ptos / 10 jogos = 33 %
2003 - Alto Vale - 2/10 = 7 % e Tiradentes - 10/10 = 33 %
2004 - Lages - 8/10 = 27 % e Tiradentes - 9/10 = 30 %
2005 - União de Timbó - 0/10 = 0 % e Tubarão 5/10 - 17 %
2006 - Caxias - 2/10 = 7 % e Chapecoense - 10/10 = 33 %
2007 - Próspera - 19/22 = 29 % e Joinville - 19/22 = 29 %
2008 - Brusque - 16/22 = 16 % e Juventus - 19/22 - 29 %
2009 - Atlético Tubarão - 5/18 = 9 % e Marcílio Dias = 18/18 = 33 %
2010 - Juventus - 8/18 = 15 % e Chapecoense - 15/18 = 28 %
2011 - Concórdia - 14/18 = 26 % e Imbituba - 15/18 = 28 %

Destes times, Chapecoense, Joinville, Brusque e Marcílio Dias disputaram a primeira divisão neste ano. Atlético Tubarão, Caxias, Concórdia, Imbituba e Juventus vão disputar a divisão especial no segundo semestre. O Próspera vai disputar a divisão de acesso. Kindermann, Alto Vale, Lages, União Timbó, Tubarão e Tiradentes devem estar licenciados.

Um campeonato estadual um pouco mais enxuto seria mais competitivo e precisaria de menos datas.

Eu sei que com o atual comando da federação é difícil acreditar numa mudança, mas fica aí a sugestão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados