terça-feira, 19 de março de 2013

Léo Campos e Rodinei

O garoto sensação de Antonio Carlos foi dispensado pelo Guarani da Palhoça. É isto mesmo: dispensado. Pois é, depois da bobagem que a diretoria do Avaí fez em liberar o rapaz para o Grêmio, que por sua vez, emprestou o atleta para o Guarani, agora é a diretoria bugrina que fez a bobagem de dispensar o rapaz. Estes dirigentes não entendem nada de futebol. Deveriam consultar os "ispecialistas" da blogosfera avaiana antes de fazer uma bobagem dessa. 

Como já falei em postagem anterior, não tenho nada contra o rapaz e desejo boa sorte na carreira dele. Espero que volte para o Grêmio e mostre que assim como o pessoal do Avaí, o pessoal da Palhoça também estava errado. Estou apenas usando seu exemplo para mostra a "sabedoria" de uma turma que pensa com o fígado.

Também li que o Rodinei, lateral formado na base que estava emprestado ao Corínthians foi reintegrado ao elenco avaiano. Quando ele saiu foi um deus nos acuda, um absurdo emprestar um lateral, já que os que estavam aqui não prestavam. Por que é sabido que jogador da base que sai do Avaí é craque. Aqui só fica os perebas. Isto segundo os 'ispecialistas'.

Quanto aos laterais que estavam aqui, até concordo que não são muito bons, mas daí a achar que o Rodinei vai ser a solução vai uma grande distância. É bem verdade que para fazer melhor que o Arlan ou o Aélsson não é preciso muito. Se acertar uns dois cruzamentos por jogo na cabeça do Roberson ou do Reis, já vira titular absoluto.

Vou torcer por ele e espero que a torcida, principalmente a formada pelos 'ispecialistas', apoiem o rapaz e tenham paciência com ele, não o vaiando logo no primeiro passe errado.

Mas não tenho tanta esperança (na paciência da torcida).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados