domingo, 14 de julho de 2013

Pouca transpiração, nenhuma inspiração

O Avaí novamente não fez um bom futebol e não conseguiu a vitória que a torcida esperava. O resultado foi ruim. Podem até considerar que, pelo o que aconteceu no primeiro tempo, conseguir empatar já foi lucro, mas a verdade é que foram dois pontos que o Avaí não poderá usar para a conta do acesso.

Estive na Ressacada e minha primeira decepção foi com a torcida. Sábado de sol, temperatura agradável, horário bom, estreia do técnico que a torcida queria na Ressacada, um evento no almoço para atrair os torcedores, etc. Muitos motivos para a torcida comparecer ao estádio para empurrar o time para uma importante vitória. Mas pouco mais de 5000 torcedores compareceram. E o pior foi ver a geladeira que estava a torcida. Não apoiou o time e até vaiou. Só começou a incentivar quando fez o primeiro gol. Novamente foi o time que acendeu  a torcida e não o contrário.

No campo, não vi nenhuma organização, como muitos esperam do time treinado por HM. O resultado de 2x0 no primeiro também não refletiu o que aconteceu em campo, porque o time do Paraná não foi tão superior a ponto de justificar os gols. Foram as falhas na defesa que custaram os gols.

No primeiro gol, a falha começa com Rodrigo Thiesen, que não acompanha o atacante que fez 1-2 com outro atacante, continua com o zagueiro Bruno Maia, que levou o drible e termina com Aélson, que só precisava ficar parado na frente do atacante, mas resolveu ficar de costas para o lance.

No segundo gol, a falha começa com uma furada de, se não me engano, Rodrigo Thiesen. A bola foi lançada nas costa de Bovi, que estava marcando mais a frente. O gol novamente foi em cima do Aelson, mas que desta vez, teve menos culpa. Diego estava mal posicionado.

A torcida, ao invés de ajudar, vaiava, principalmente quando Bovi pegava na bola. Até parece que ele era o único que jogava mal. Este rapaz atingiu o patamar de intolerância que outros jogadores já alcançaram com a torcida, como Robinho, Dirceu e Marcos Vinícius. Se eu fosse HM só escalaria ele (se escalasse) em jogos fora de casa, pois na Ressacada ele não poderá errar nenhuma bola, que será vaiado. Sendo assim, não vai querer arriscar nenhum chute ou cruzamento. Alex Reinaldo entrou e fez uma boa fumaça, devendo ganhar a posição na próxima partida. Mas também não é nenhum assombro para a gente ficar otimista. Aélson tem vontade, mas não tem qualidade para a série B. Marrone como lateral é um bom volante. Resumo das laterais: estamos perdidos.

A zaga, como escrevi no jogo contra o São Caetano, precisa melhorar e só não havia levado gol em São Bernardo, porque o ataque do azulão de lá é ruim.

Rodrigo Thiesen tem que entender que sua capacidade de passar a bola só é eficaz num raio menor que 1 m. Acima desta distância a chance de errar é muito grande. Eduardo Costa errou algumas vezes, marcou outras com os olhos, mas no geral, não esteve tão mal.

CS 88 foi para mim, a grande decepção da partida. Eu sei que tinha um carrapato ao seu lado, mas craque como ele é, poderia aparecer mais para o jogo. Ele fica perdido na frente, esperando receber a bola. Ele precisa recuar para começar a jogada, pois tem muita qualidade. Foi muito mal e como deve ser um dos que mais ganha no time, tem que sair mais cobrado que os outros. Diego Jardel não estava uma maravilha, mas não deveria ter sido substituído. Foi dos pés dele que o Avaí criou as poucas oportunidades do primeiro tempo.

Reis está mal e além disso, a bola não chega nos seus pés. Márcio Diogo foi, para mim, o melhor da partida. Não estava bem no primeiro tempo, mas participou dos dois lances dos gols, fazendo inclusive o segundo. Tauã entrou bem, mas tem que melhorar para ser titular.

HM ainda tem muito crédito para gastar, mas precisa consertar muita coisa no time. O time não está organizado e parece que o clima não está tão bom assim.

A distância para os primeiros está aumentando e daqui a pouco não haverá mais tempo para alcançar.

Acorda Avaí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados