segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

É muita corneta contra o Benazzi!

Antes de mais nada, quero reafirmar o que já escrevi aqui antes: eu não teria renovado com Benazzi. Entretanto, já que a diretoria decidiu em mantê-lo, só me resta torcer pelo time e ficar de olho no que ele anda fazendo.

Agora, é muita corneta em cima do homem. Não importa o que ele conseguir, vai ter gente falando mal dele. Assim como o Péricles Chamusca, que também era "adorado" por grande parte da torcida, ele pode conquistar o campeonato que vão dizer que foi por causa do elenco, que com um técnico melhor teríamos vencido com mais facilidade.

Pqp, parece o mal. Me lembro de um jogo do Avaí contra o Atlético de Ibirama, que no primeiro tempo Avaí já estava ganhando de 3x0 e depois ficou tocando a bola. Pois não é que ainda assim, o corneteiro-mor disse que tava tudo errado e que o Avaí tinha que ir pra cima e empurrar quantos pudesse? Pois é, tem muita gente fazendo a mesma coisa. Qualquer alteração que o cara faz tá errado, não importa se ganhou ou não o jogo. Aliás, quando perde, é por causa dele, mas se ganha, é por causa do elenco.

Eu também nem sempre gosto de suas escalações ou de como o time joga, mas não tenho tanta certeza se com o "meu time" ia ser mais fácil. Na partida contra o Joinville, por exemplo, eu não substituiria o Maurício Alves e acho que o Avaí ficou muito recuado nos minutos finais da partida. Mas se ele deixa o atacante e leva o gol do empate ia ter gente dizendo que faltou atitude do treinador em fortalecer a marcação do meio de campo e segurar o resultado. Como foi isto que ele fez, aí falaram que tinha que manter o Avaí no ataque para fazer o terceiro gol. Não tem como satisfazer todo mundo. Uma hora, o que interessa é o resultado, outra hora, o que interessa é o futebol apresentado. Acho que temos que ser mais coerentes. Cobrar, sim, mas com coerência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados