quinta-feira, 5 de maio de 2011

Dá para sair contente com uma derrota?

Pois é, parece que o Silas gostou. Tudo bem que o time estava desmontado, principalmente na defesa. Mas o sufoco foi grande. Renan foi muito bem e garantiu o resultado. Não tinha como defender a bola do gol.

O São Paulo mostrou que não é isso tudo. Não vai ser fácil ganhar deles na Ressacada, mas está bem longe do impossível.

Só não sei o que pode mudar no time para o jogo da volta. Algumas observações:

Renan - já falei, foi o nome do jogo.

Gustavo Bastos - entrou muito bem. Só espero que não faça como o Leonardo que fez uma primeira partida ótima e depois pisou na bola. Talvez possa fazer uma boa dupla com o Gian.

Révson - eu comecei a assistir ao jogo a partir dos 2 minutos e por isso não vi a escalação. Cheguei a pensar que alguém tinha sido expulso naquele comecinho de jogo que eu não tinha visto, porque deve ter passado uns 30 minutos e eu não escutei o nome dele e nem vi a câmera focalizar ele. Descobri 10 jogadores em campo, mas ele só fui ver lá pelos 35 minutos, num lance de área. Nem dá para comentar sua atuação, porque eu não vi ele jogar. Ah, ele fez um gol contra. Estava mal colocado e tentou cortar uma bola que não devia.

Estrada - o Silas elogiou o cara, mas eu não vi ele jogando nada. E a torcida ainda diz que ele é o cara.

Julinho - muita bola nas costas dele. Lateral (ou ala) que quer subir tem que fazer alguma coisa no ataque para justificar as bolas nas costas. Não foi o caso dele.

Diogo Orlando - eu não sei se estava nervoso ou perdido. Ou as duas coisas.

Willian - deve ter ficado p com o esquema de jogo armado. Sozinho. Coitado.

Felipe - entrou e não jogou. Pelo menos não escutei o nome dele. Nem sei por qual setor ele foi jogar.

Marquinhos Gabriel - será que ainda está machucado?

Agora é se preparar porque na quinta vai ser dureza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados