quinta-feira, 26 de maio de 2011

Eles jogaram e a gente assistiu

Esta frase eu escutei quando estava saindo do estádio e acho que resumo o jogo. Não foi a noite que a gente queria. Quando acontece uma derrota como esta, os profetas do passado aparecem aos borbotões, mostrando o que o Silas fez de errado.


Uns falam do Romano, que para mim, jogou uma boa partida. Dizer que o ataque não produz com ele? Mas antes era o Diogo Orlando e o Felipe e conseguimos chegar até as semifinais com eles. Com eles na ala, aí mesmo que não tínhamos jogada de ataque pela lateral direita. Então este argumento não é válido. Falar que ele não marca bem? Os gols saíram do outro lado e o Éder Luiz fez uma festa foi nas costas do Julinho. Vi o Romano com muita vontade e jogando com garra. Infelizmente ele parece não ter velocidade para jogar de ala. É habilidoso, mas o jogo do Avaí não está encaixando para ele. Do outro lado, Julinho fez uma partida apagada. Não atacou quase nada e nem marcava direito. Ou seja, peça nula em campo. Tem muito futuro e pode ser uma grande arma para o Avaí. Espero que não seja liberado para outro time.


Também falam da improvisação do Révson. Jogou muito bem em São Januário e na Ressacada contra o São Paulo. Então, o problema não foi a improvisação. O problema é que ele, além de perder o tempo da bola (por isso cabeceou para trás), está com um azar danado. Já é a segunda vez que faz isto e já é a terceira vez que isto acontece na Copa do Brasil (o gol do Ipatinga na Ressacada, marcado pelo Julinho).


Quem para mim está abaixo do resto do time é o Cássio. Toda vez que ele joga, parece que a zaga fica insegura, principalmente nas bolas aéreas. Ele está inseguro e apesar de seu histórico, tem que lutar para ficar pelo menos no banco. Gustavo Bastos mostrou que foi uma boa contratação. Está precisando de uma boa companhia para fechar a zaga. Senti falta do Bruno, que muitos nem queriam ver na Ressacada. Não é garantia de coisa alguma, mas acho que a zaga fica mais segura com ele ali. Renan foi bem e se mostrou seguro. Não teve culpa nos gols e evitou coisa pior. É outro que precisa ficar na Ressacada.


Marcinho Guerreiro se doa, mas nem sempre isto é suficiente. Está sem velocidade e chegando atrasado nas bolas. Acho que o companheiro ideal para ele é Diogo Orlando, que tem mais velocidade e poderia compor melhor o setor de marcação do meio de campo. O Acleisson tem características semelhantes ao Guerreiro e ontem esteve várias vezes no ataque. Só que ele não tem velocidade para voltar a tempo de recompor o meio de campo.


E o Marquinhos Gabriel? Realmente não jogou bem, assim como Marquinhos Santos e Willian. Então não dá para carregar a culpa em um único jogador. Na partida contra o São Paulo ele fez o gol da classificação e no jogo contra o Botafogo no Engenhão fez uma ótima partida. E o Marquinhos Santos, o que fez na partida? Nada. É melhor que vá para o Olímpico? De jeito nenhum. Se não jogou bem ontem, não quer dizer que não possa voltar aos seus melhores dias. Precisamos dele para fazer uma boa campanha na série A. E o Willian? Também esteve abaixo do que vinha fazendo, mas de todos os jogadores do plantel é atualmente o que tem mais crédito com a torcida. Rafael Coelho entrou, mas não está bem. Acho que está usando calção número 52. Estrada entrou e não acrescentou muita coisa. Talvez se começasse jogando, a história seria outra, mas ele não mostrou isso contra o Flamengo. Por que ontem s eria diferente? Robinho entrou numa fogueira. Se já não é grande jogador, ontem mesmo que não ia resolver.


Bola pra frente, que sábado já tem Brasileirão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados