sábado, 7 de maio de 2011

A torcida também erra II

Outro jogador que passou por aqui e partiu sem deixar saudades para a torcida foi Lima.

Logo em sua estréia, vi nele um ótimo atacante, quando fez o primeiro gol na vitória contra o Metropolitano (2x0). Foi campeão estadual em 2009 e fez seis gols, um deles na prorrogação da final (6x1). Mostrou que tinha habilidade e um chute forte. Achei que tinha sido uma ótima contratação e o considerava melhor que Willian, Evando e Roberto, os preferidos do Silas.

No campeonato brasileiro não esteve tão bem, assim como todo o time, até aquela virada espetacular, quando vencemos o Goiás no Serra Dourada. Saiu justamente nesta semana. Era reserva de Willian e marcou um gol, de pênalty contra o Inter.

Andou perdendo muitos gols e a torcida, que já não ia muito com a cara dele, ficou impaciente com o atacante. Às vezes se mostrava desinteressado nos jogos, o que deixava o torcedor ainda mais bravo. Deve ter pensado: a torcida pega no meu pé e ainda sou reserva do Roberto.

Foi negociado para o Belenenses, de Portugal (depois de um rolo com o Metalist da Ucrânia) e de lá foi para o Braga, também da terrinha, onde é ídolo. No próximo dia 18/05 irá disputar simplesmente a final da Liga Europa, contra o Porto.

Este foi outro que a exigente torcida do Avaí dizia que não servia para jogar no Leão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados