segunda-feira, 13 de junho de 2011

Fábio Santos e a torcida

Li em alguns blogs sobre gestos obscenos que Fábio Santos teria feito para a torcida no final do jogo. Imagino que ele deve ter feito isto de forma espontânea, é claro. Não deve ter sido provocado.

Até porque, nossa torcida, educada como é, deveria estar gritando o seu nome, chamando ele de lindo, que tinha ficado melhor com o novo corte de cabelo, mandando beijos e aplaudindo o cara, depois de um empate em casa.

Não quero livrar a cara dele, mas daí a mandá-lo embora ou cobrar uma punição severa para o atleta é um pouco demais. Vão transformá-lo num novo Juliano? Querem xingar o cara e ainda esperam que ele saia pedindo desculpa? É claro que a melhor atitude dele era sair quieto, direto para dentro do vestiário. Espero que aprenda com o ocorrido e não volte a dar bola para a torcida.

Esta mesma torcida que não pega no pé do Estrada e nem do Marcinho Guerreiro. Um não faz nada de mais, mais parece que estão encantados com o portunhol do sujeito. O outro só dá carrinho e cometeu um erro bisonho neste último jogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados