domingo, 7 de agosto de 2011

Essa dava pra ganhar!

Dos times do Morumbi que já vi o Avaí jogar, este era o "mais vencível". O time deles é bom, é claro, é só ver a classificação no campeonato, mas na partida de hoje, não achei uma diferença tão grande para o elenco do Avaí. A primeira chance de sair do Z4 apareceu e não foi aproveitada.

O primeiro tempo não foi bom para nenhum dos dois times. Poucas chances de lado a lado. Com a saída de Caçapa e a entrada do Caíque, o Avaí até melhorou, mas acho que seria melhor ter colocado o Cléverson, que tinha feito uma boa partida em Fortaleza. Talvez o Gallo não o tenha colocado pensando que talvez teria que substituí-lo durante o segundo tempo, já que o jogo ainda estava na metade do primeiro tempo e ele tem cansado rápido.

No segundo tempo o jogo melhorou bastante e o Avaí estava melhor até o gol do Willian. O time já tinha criado algumas chances e estava levando perigo ao gol do Ceni e mereceu sair na frente no placar.

Apesar do São Paulo ter se jogado para o ataque, achei que a partida estava controlada. Até levar aquele gol de cabeça. Falha da zaga, que com dois zagueiros daquela altura, não pode tomar gol de dentro da pequena área, de um cruzamento de escanteio, onde todos estão posicionados.

O time paulistano se animou e foi pra cima. Numa jogada rápida, que a zaga tentou fazer a linha de impedimento, saiu o segundo gol deles. Gallo até tentou desculpar a zaga por esse gol, creditando à qualidade do adversário, mas eu não concordo. Se eles são rápidos, então tem que marcar em cima quem está com a bola. O jogador deles estava com muita liberdade e tocou a bola tranquilamente para Cícero fazer o gol. O erro está na origem da jogada.

Daí para frente, só deu Avaí. O time do Adilson Batista só se defendeu e não merecia sair vitorioso. O Leão merecia pelo menos o empate. O time até não foi afobado, tentou construir as jogadas, não deu muito chutão, mas precisaria de mais tempo para talvez empatar.

Por outro lado, o Avaí desperdiça muitos lances que poderiam resultar em oportunidades de gol. Não estou falando daquele famoso penúltimo passe. Estou falando de cobranças de falta e escanteio. Tem que melhorar muito.

Esse negócio de cobrar o escanteio com um balão, que a bola viaja um tempão até chegar mais ou menos na marca do pênalti, dá muita chance para a zaga adversária chegar junto. Olhem como o jogador são paulino cobrou o escanteio que resultou no gol do empate. Bola rasante e forte, em curva para dentro da área. A bola chega mais rápida e complica a vida dos zagueiros.

A cobrança das faltas é outro desperdício. Bolas mal cruzadas, muitas vezes que não chegavam na área, porque ia rasteiras ou baixas, facilmente cortadas pela zaga.

Gallo, tem que treinar muito, mas muito mesmo este fundamento.

Falando em Gallo, não vou criticá-los pelas substituições, pois entendi os motivos de cada uma delas. Não deram certo, mas não foi por causa disso que o Avaí perdeu.

Daqui a pouco eu falo dos jogadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados