segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Balanço da Rodada


Chegamos à rodada de número 23 e o Avaí continua no Z4, agora uns metros a mais para o fundo do poço.

Vitória, mas muito chororô – o time da Vila, muito acostumado com as arbitragens caseiríssimas, onde qualquer toque em jogador de branco é falta, mas que eles podem dar botinada à vontade, agora pousa de vítima dos juízes. Para, né? O marrentinho, que já era excelente ator, agora agregou algumas habilidades olímpicas, com novos saltos e mergulhos. A imprensa paulista, pra variar, defendeu o pirralho. Vão se catar. Ah, quem perdeu foi o time azul de Minas, que já mostrou que vai ficar pelo meio da tabela mesmo.

Leão e Coelho abraçados no fundo do poço – começamos mal e terminamos bem. Mas o empate foi ruim para os dois times.

Cosme 0 x 3 Damião – depois de um início de campeonato decepcionante, o colorado gaúcho vai chegando aos poucos no batalhão da frente. Acho até que chega entre os quatro primeiros. O time do Felipão é aquele feijão com arroz que nem sempre funciona. É de onde está (7) para baixo. Temos que aproveitar a maré baixa deles para garantir os três pontos.

Quem quer ser líder? – o time paulista da Globo está tentado se livrar da liderança, mas não tem jeito. Perdeu mais uma, agora para o time das Laranjeiras, que já está se achando muito bom, mas acho que é onda passageira, em breve volta ao padrão 50, perde uma e ganha outra.

Vovô não supera o Dragão – diferente do que fez no ano passado, o time do Ceará não vem conseguindo impor sua condição de mandante e empatou mais uma vez, agora com o time de Goiás, que está perdendo o fôlego das cinco vitórias seguidas. Os dois estarão em breve batendo papo na beira do poço. É só esperar para ver. Bom resultado para o Leão.

Fogão lavado e ariado – Émerson, nosso eterno capitão, abriu o caminho da goleada (é o nono gol na temporada) contra o time da Estrela Solitária, que até segurou bem o primeiro tempo, mas levou uma lavada no segundo. Será o começo do fim?

Bandeira amigo garante o empate – para não perder o costume, o Tombense foi mais uma vez beneficiado pelo apito e mais uma vez pelo bandeira. Como disse o Aguiar, será que vai ter enquete? O Vasco está se lamentando em perder ponto para time pequeno e não alcançar a liderança.

Urubu perdendo altitude – eu bem que desconfiava deste time da Gávea, que só funciona quando os dois craques jogam bem, já que o resto do time não ajuda. Vai ter que se contentar com Sulamericana. O time paranaense respirou, mas não vai conseguir sair do poço. Resultado não foi bom para o Avaí.

Tricolor gaúcho respira – apesar do Celso Roth, a torcida encoxada comemorou mais uma vitória, agora em cima do time são paulino, que pelo jeito, não quer ser campeão, de tantas vezes que já deixou de alcançar o topo.
Galo bate as asas – o time mineiro conseguiu sair de dentro do poço, para onde jogou o time do saravá, que acho que não sai mais de lá. Cuca quase chorou (na verdade ele sempre parece estar chorando) de alegria, mas é bom ele ficar esperto, porque ele só conseguiu sentar na beira do poço.

Se perdemos uma posição, por outro lado, diminuímos a distância para o time fora da zona (era 4, agora é 3). Ainda precisamos de duas rodadas para sair do poço, e, portanto, não é hora de jogar a toalha. Apesar do futebol sofrível apresentando, tem gente jogando pior. Por isso, ainda dá para acreditar num milagre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados