segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Começamos mal (de novo)

Eu nem ia assistir o jogo do Avaí pois meus planos era ir para praia curtir meu último dia de férias. Mas como fui convidado para um aniversário, deixei a praia de lado e voltei para a casa depois da festa para ver o jogo.

E que jogo ruim! Acho que a atuação dos jogadores estava combinando com o gramado, pela falta de qualidade. Pouca velocidade e nenhuma criatividade de ambas as equipes. Mesmo assim, o Avaí esteve menos pior do que o time do Oeste em boa parte da partida. Perdemos duas chances claras, ainda no primeiro tempo e no segundo, levamos um gol, na única chance que eles tiveram até aquele momento. Depois disso, o jogo mudou, com o time verde sendo empurrado pela torcida, tendo até mais uma chance para ampliar o placar. Do lado avaiano, nenhum lance de perigo. Nos minutos finais o time do Leão foi pra cima sem nenhuma organização e como era de se esperar, não deu em nada.

Vou destacar apenas alguns dos comandados do Ovelha:

- Zaga - o mais do mesmo. E não adianta culpar o Dirceu porque ele não estava jogando.

- Cléverson - acha que é craque, mas não resolve nada. Pode até ser o melhor jogador da equipe, o que já mostra como estamos mal de elenco.

- Marcinho Guerreiro - fala muito e joga pouco. Reclama com todo mundo, o juiz, o bandeira, o adversário e até com os seus companheiros de equipe. Tem que avisar que ele é apenas o capitão, não o técnico. Perdeu um gol feito em que mostrou toda sua categoria. Levou um amarelo (pra variar) numa falta desnecessária e deu um passe para o quase segundo gol deles, num carrinho (como gosta de jogar deitado) dentro da grande área. E tem gente que o considerou o destaque positivo do time. Meu Deus! O Bruno é craque do lado desse cara.

- Cássio - pode se tornar o novo Batista do Avaí. Jogador com passado bom, mas que não reencontrou seu futebol depois que voltou das terras cariocas. Já no ano passado não jogou nada. Falhou no gol deles, ao marcar apenas com os olhos. Acho que até levou um susto no lance. Deveria considerar a possibilidade de tentar a carreira de modelo, onde talvez faça mais sucesso.

- Ronaldo Capixaba - mobilidade zero. Perdeu um gol que centroavante que se preze não perde. A série C realmente deve ter sido muito fraca para ele ter conseguido ser artilheiro da competição e o JEC campeão.

- Pirão - tem que colocar mais farinha para ver se aparece algum futebol.

- Robinho - não pode ser o homem da criação, mas também não foi o culpado pela derrota. Precisa de alguém melhor que ele ao seu lado, para ver se o seu futebol aparece (se é que tem coisa melhor para apresentar).

- Carreirinha - será a nova arma secreta do Ovelha para mudar os rumos da partida? Só se for das Indústrias Hammer (veja Homem de Ferro 2 para entender).

- Ovelha - espero não falar mal do seu trabalho e por isso vou dar um tempo para ele, mas não vi nada que me dê esperança no time do Avaí.

- Verdão do Oeste - é tão ruim quanto o Avaí.

Vou refletir nos próximos dias para decidir se pago a mensalidade de janeiro e continuo sócio deste time que tão bem trata seus sócios. Se decidir continuar fazendo mau uso do meu dinheiro, estarei na quarta, torcendo para ver se a primeira vitória acontece contra o Criciúma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados