domingo, 12 de fevereiro de 2012

Dia de clássico

Hoje é aquele dia que a ansiedade toma conta da maioria dos torcedores. O campeonato é importante, mas o clássico é mais ainda. E se o jogo vale alguma coisa para o campeonato, aí a multiplicação dos fatores elevam ainda mais o clima de tensão.

Como sempre, não há favoritos, mas confio mais no Leão. Acho que o time está mais tranquilo e dependendo do resultado em Chapecó, pode jogar sem tanta preocupação de correr atrás da vitória, pois talvez o empate seja até um bom resultado. Para eles, já é diferente, pois só uma vitória permitirá que continuem sonhando com alguma coisa neste turno.

Ovelha deve repetir o time da quinta, mas bem que poderia já colocar o Cléverson no início. Cléber Santana já está a disposição, mas se não for cortado, deve ficar no banco. Saldanha também está no grupo relacionado. Nunes que estreeou bem, deve começar no banco. Ou seja, se o time titular ainda não tem toda a confiança da torcida, apesar de 5 vitórias consecutivas e a liderança do campeonato, já começamos a ver jogadores no banco de reserva que podem mudar a partida.

Hoje é dia de torcer e apoiar. Pelo menos nesta tarde, quem for ao estádio tem que esquecer o que aconteceu de ruim nos últimos anos, para incentivar quem vestir o manto avaiano. Arlan, Bruno, Robinho, Diogo Orlando, Neilson, Capixaba, que além de sofrerem a marcação do adversário, também têm que conviver com a marcação da torcida, precisam de apoio e não de vaia.

O jogo não será fácil, como não é nenhum clássico, não só pelo nivelamento dos times, como pela tensão que deixa o jogo truncado e às vezes, até feio.

Espero que do lado de fora do gramado, tudo também ocorra na paz. Se a gente consegue conviver amigavelmente no dia a dia com torcedores de todos os times, por quê no dia do jogo tem que ser diferente? É só uma partida de futebol. Ninguém quer perder, é verdade, mas nada, nada mesmo, vale uma briga. Portanto, vamos na paz.

E que vença o melhor, e que o melhor seja o Avaí.

Vai pra cima deles, Leão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados