quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

A necessidade de se colocar panos quentes


Interessante o rebuliço causado pela declaração do dono do supermercado, ao revelar que o empresário (e dono da Tombense) garantiu a ele que tornará o time dos amarelos do sul na principal força do estado num prazo de três anos.

A turma da mesa bicuda ficou toda alvoroçada. Plagiando o Aguiar e sua paródia da granja, foi coisa de subir a pressão do ratão e matar o morcego do coração. O sapo chegou a cuspir a dentadura e a raposa ficou com febre. Todos inconformados e preocupados. Tinha que haver alguma coisa errada nesta informação.

Eis então, que o tablóide oficial da granja saiu em missão atrás do empresário para que ele se “retratasse”, pois não era possível deixar aquilo no ar, preocupando as barbies e seus vestidos rosa.

O curioso foi a forma direta de tentar esclarecer e acalmar a situação. Bem diferente do que vimos em outras ocasiões, em que as perguntas tinham a clara intenção de fazer intriga com um empresário de Curitiba e tentar tumultuar ainda mais o ambiente num estádio do sul da ilha.

Haja proteção!

Um comentário:

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados