sábado, 3 de março de 2012

Está tudo tão ruim assim?

Ver o Avaí perder sempre causa tristeza, é claro. Mas eu sei que o futebol é cíclico, e como dizem, não há bem que sempre dure, nem mal que sempre perdure (ou coisa parecida). Por isso, apesar dos tempos ruins que vivemos, tenho certeza que dias melhores virão.

Também sei que este tempo bom só vai chegar se algumas coisas mudarem dentro do Avaí e que se nada for feito, pode demorar muito para o vento voltar a soprar a nosso favor. Por isso, é importante que se aponte as falhas e que até se faça pressão para que as medidas necessárias sejam tomadas.

Tudo bem até aí.

Mas o que me aborrece é esta onda de pessimismo e esse exercício de futurologia negra que assola boa parte da blogosfera avaiana. Para muitos, nada mais presta e para quem já não está gostando, é bom se preparar, porque tempos piores virão por aí.

Perder o turno não foi bom, mas tirando a derrota da última rodada, a primeira fase do campeonato não foi este desastre todo. Tem muita gente achando que o Avaí é um superclube que não pode perder pontos para ninguém. Peraí. Nem quando o Leão reinou sozinho na série A conseguiu faturar o campeonato invicto, sendo que não ganhou o turno nem em 2009, nem em 2010.

É claro que precisamos melhorar, mas daí a dizer que está tudo errado vai uma distância. Senão vejamos:

Moretto - se não é um supergoleiro, cabe bem para a série B. Falhou algumas vezes, mas acredito nele para a sequencia do ano.

Leandro Silva - salvo surpresas negativas, se mostrou um bom zagueiro e pode dar o equilíbrio e a segurança que a zaga precisa.

Renato Santos - não é o Emerson, mas ao lado do Leandro Silva pode compor bem a zaga.

Rafael e Cássio - precisam melhorar, mas acho que pelo menos o primeiro pode voltar a ser o zagueiro que a torcida tanto gostava.

Arlan e Patrick - não são os laterais dos sonhos, mas o primeiro mostrou velocidade e acho que merecia voltar a titulariedade, principalmente se aprender a cruzar a bola na área. Para contratar mais um da posição, tem que mandar um deles embora.

Pirão e Aélson - o primeiro parece que tem bola para mostrar, mas anda com preguiça. A mesma situação da lateral direita.

Bruno e Diogo Orlando - velhos conhecidos que podem ser úteis na série B.

Marcinho Guerreiro - com todo respeito ao passado do atleta, já não é mais o mesmo. Mostrou no ano passado que não é santo e espero que não faça confusão neste ano, caso volte para o banco.

Mika - muita gente elogiou sua contratação. Será que não é melhor que o Guerreiro?

Cléber Santana - já mostrou que tem qualidade. Só não sei se está na posição certa.

Cléverson - tem que tomar vitamina, pois futebol ele tem.

Diego Palhinha - espero não estar engordando no DM. Dizem que tem bola para ser o 10. Será?

Saldanha - estou muito curioso para vê-lo jogar.

Robinho - vai assistir o returno no DM. Quero ver agora quem é que vai ser eleito o culpado de tudo.

Capixaba - corre muito e finaliza pouco. Para um atacante, ser esforçado só é uma qualidade útil quando conjugada com eficiência na conclusão, o que não é o caso dele.

Nunes - começou bem e depois parou. Mas acho que pode se tornar artilheiro. Tem o biotipo para a série B.

Gilmar - quando começar a ter ritmo vai virar titular e não sair mais. Tenho esperança nele.

Neilson - seu prazo acabou. Mostra para a torcida que a gente está errado, meu filho.

Tem outros jogadores no elenco que nem vale a pena comentar, pois a gente só sabe que estão no time porque estão relacionados no site.

Acho que a zaga está bem montada. É preciso melhorar a qualidade das laterais. Entre os volantes, acho que temos em número suficiente, só que tem muito brucutu junto. Quem sabe Cleber Santana poderia compor por ali para melhorar a qualidade na saída de bola. Será que precisa Bruno e Diogo Orlando? Guerreiro é banco neste momento.

No meio, está faltando surgir o homem da criação. Não é Robinho, nem Cléber Santana. Será que o Palhinha pode fazer isso ou é melhor contratar? Cléverson já se mostrou melhor no ataque, como ponta-esquerda, do que no meio, tentando criar.

No ataque, Gilmar e mais um, que pode ser Nunes ou Cléverson, quando não está cansado. Neilson e Capixaba só podem voltar se entrarem no meio de uma partida e acabarem com o jogo, o que acho difícil.

Acho que o elenco não é ruim, mas está faltando aquele encaixe, que o Ovelha ainda não conseguiu. O ruim é que seu prazo também está vencendo.

Mas eu acredito em dias melhores.

Um comentário:

  1. Gostei muito do artigo, tudo esta bem elaborado... abraços.... www.mpiaui.com

    ResponderExcluir

Comentários com ofensas ou palavrões não serão publicados